Sequestro, tortura, sexo gratuito e tudo o que há de ERRADO com 365 Days

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Baseada na série de livros de E.L. James, 50 Tons de Cinza se
tornou uma bem sucedida franquia no cinema, com o primeiro filme lançado em
2015 e protagonizado por Jamie Dornan e Dakota Johnson. Agora, um filme da
Netflix pretende repetir esse sucesso com 365 Days (365 DNI).

365 Days conta a história de Laura Biel, uma jovem que sai de
férias para Sicília com o namorado e amigos. No segundo dia da viagem, em seu
aniversário de 29 anos, Laura é sequestrada pelo chefe de uma família da máfia
siciliana, o jovem Massimo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com um passado marcado pela morte e violência, ele tenta
fazer Laura o amar no período de 365 dias.

Embora tenha se estabelecido como no topo dos conteúdos mais
assistidos da Netflix nas últimas semanas, 365 Days não contou com recepção
calorosa dos críticos e provocou muita polêmica.

Confira abaixo!

Controvérsia

Como um filme erótico que envolve sequestros e situações
perigosas, não é de se espantar que 365 Days tenha desagradado uma boa parte
dos críticos.

Para muitos, 365 Days não é nada mais do que um filme pornô
com mais cenas dedicadas à construção da história.

Uma crítica publicada no IndieWite, por exemplo, chamou as
cenas de sexo do filme de “gratuitas e de mau gosto”. Vale lembrar que 365 Days
conta com uma longa sequência de atos sexuais entre os protagonistas, que
impressionou o público por seu teor erótico e explícito.

A maneira como 365 Days lida com sequestro e importunação
sexual também criou problemas na web. Muitos internautas não gostaram do jeito
como o filme desenvolve a relação de Laura e Massimo, que é extremamente
abusiva desde o início.

“O filme romantiza um sequestro e um relacionamento forçado.
Todas as cenas de sexo na verdade eram de assédio, tortura e abuso sexual”,
afirmou uma crítica especializada.

Com todos esses problemas, 365 Days já é considerado um
filme ruim pela crítica e boa parte do público. O longa está atualmente com
apenas 42% de aprovação no Rotten Tomatoes e nota 3,8 em 10 no site IMDB.

Então, como um filme com tantos problemas se tornou o mais
visto da Netflix?

Primeiramente, o filme é de longe o mais sexualmente explícito
da Netflix. É claro que um filme desse tipo despertaria a imaginação de muita
gente, assim como aconteceu com a franquia 50 Tons de Cinza.

Também é possível que grande parte dos assinantes esteja
vendo apenas as cenas mais quentes do filme, o que influencia o número de
visualizações na plataforma e coloca 365 Days na lista dos mais vistos.

Além disso, 365 Days se beneficiou com uma nova moda na rede
social TikTok, voltada para vídeos e montagens musicais.

Com a utilização da hashtag #365Days, muitos espectadores
compartilharam vídeos assistindo ao filme da Netflix, com ênfase nos momentos
mais sensuais.

Até o fechamento dessa matéria, mais de 183 milhões de
postagem haviam sido feitas com a hashtag de 365 Days no TikTok.

365 Days está disponível na Netlfix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio