Teoria de Vingadores: Ultimato resolve grande problema do Capitão América

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alerta de
spoilers!

Por mais que tenha lidado com viagem no tempo, Vingadores: Ultimato conseguiu estabelecer uma narrativa que consegue se sustentar mesmo sob rígido escrutínio dos fãs. Isso não quer dizer, contudo, que o filme da Marvel não tenha seus furos de roteiro.

Um desses
furos de Vingadores: Ultimato diz respeito ao Capitão América, que aparece
idoso no fim do filme após ter permanecido no passado para ficar com Peggy
Carter.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma nova
teoria do Reddit, no entanto, oferece uma visão que pode explicar esse problema
do filme.

A teoria diz
que o Capitão América fez uma viagem que não esperávamos em Vingadores:
Ultimato. Após ele devolver as pedras, ele retorna para 1944 para conversar com
si mesmo e convence essa sua versão do passado para assumir seu lugar na luta
final contra o Caveira Vermelha.

No fim, quem
passa a vida com Peggy é o Capitão América mais novo e o velho toma seu lugar
no gelo, sendo congelado pela segunda vez.

Protegendo a
linha do tempo

A teoria é
bastante sombria se pensarmos bem, já que o Capitão América ficaria preso
eternamente nessa jornada, sendo forçado a preservar a linha do tempo a todo
custo.

Não somente
qualquer mudança poderia afetar o desfecho de Vingadores: Ultimato, como ele
fez a promessa a Tony Stark de não afetar a existência de sua filha.

Com isso, o
Capitão América é forçado a reviver todos os eventos de todos os Vingadores (e
seus filmes solo) repetidas vezes. Um destino bem trágico para Steve Rogers.

Em todo
caso, Vingadores: Ultimato já está disponível em DVD e Blu-Ray.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio