ALERTA DE SPOILERS

A Netflix está dominando quando o tema é comédia romântica. Apenas em 2020, a plataforma de streaming lançou dois filmes do gênero que deram o que falar: A Barraca do Beijo 2 e Para Todos Os Garotos: PS. Ainda Amo Você.

O primeiro, porém, tem dois problemas que podem ser considerados decepcionantes. A questão parte de tomar ou não riscos dentro de um roteiro.

A Barraca do Beijo 2 basicamente repete a fórmula de Para Todos Os Garotos: PS. Ainda Amo Você. Após os longas apresentarem os casais protagonistas, um novo pretendente para cada garota é adicionado.


Os novos pretendentes são até parecidos. Marco toca violão, sabe dançar e é atraente. Enquanto isso, John Ambrose, de Para Todos Os Garotos: PS. Ainda Amo Você, toca piano e também é bonito.

Por ter sido lançado depois, A Barraca do Beijo 2 fica com o problema. A vida dos adolescentes, principal público dos longas, não conta apenas com triângulos amorosos.

Além disso, decidir entre dois pretendentes não é a única trama que uma comédia romântica pode ter. O interessante até seria uma reviravolta que desafiasse os elencos, que já mostraram ter bastante talento.

Imagine se Elle, em A Barraca do Beijo 2, decide ficar sozinha? Seria um ingrediente a mais e uma história aberta para o terceiro longa.

A escolha, inclusive, leva ao segundo problema.

Mais um problema em A Barraca do Beijo 2

Elle (e também Lara Jean) fica com o primeiro amor dela, Noah. A comédia romântica coloca que o primeiro amor de um adolescente é o verdadeiro amor e que apesar dos erros, se deve sempre lutar por ele.

Noah nem sempre tem o melhor comportamento durante os dois filmes. Até por isso, A Barraca do Beijo 2 dá o começo de uma receita para uma relação abusiva.

O filme da Netflix podia passar a mensagem que está tudo bem em terminar com o primeiro amor. A Barraca do Beijo 2 deu a opção para Elle, que novamente, podia ser ficar sozinha ou até mesmo Marco.

Términos são normais e fazem parte da evolução individual de cada um. Na vida real, por exemplo, isso aconteceu.

Joey King e Jacob Elordi, os protagonistas de A Barraca do Beijo 2, namoravam durante o primeiro filme. Antes do segundo se separaram e voltaram normalmente a trabalhar juntos para produção.

Quem sabe, a reviravolta possa acontecer em A Barraca do Beijo 3.

A Barraca do Beijo 2 está disponível na Netflix. O terceiro filme tem previsão para 2021.