Astro de X-Men não queria fazer o filme, revela roteirista

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando pensamos em Patrick Stewart imaginamos imediatamente dois personagens: Picard, de Star Trek e o Professor Xavier, de X-Men. Curiosamente, o ator originalmente não queria participar do filme da Marvel.

Em entrevista ao Observer, o roteirista de X-Men, David Hayter, revelou que foi difícil convencer Patrick Stewart a participar do filme, em razão do ator ter de ficar em uma cadeira de rodas o filme todo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Patrick Stewart não queria [interpretar Charles Xavier]. Demorou muito para convencê-lo”, disse o roteirista do filme da Marvel.

Curiosamente, o ator Terence Stamp quase entrou para o filme no lugar do Professor Xavier.

“Terence Stamp me disse, ‘sabe por que o Patrick não quer fazer o filme? Por causa da cadeira. Ele não quer ficar preso a uma cadeira. Mas eu não ligo. Na verdade, eu fico excelente careca”, disse o roteirista.

Novos rostos

O roteirista ainda falou sobre outras pessoas que buscavam papéis no filme dos X-Men.

“Todos os dias eu ficava surpreso com novos rostos. Tipo, eu via a Mariah Carey sentada no meu escritório, querendo conversar com o Bryan [Singer] sobre ser a Tempestade ou coisa assim. Então é sempre chocante”, continuou Hayter.

Felizmente, tudo acabou dando certo no fim e Patrick Stewart foi eternizado como o Professor Xavier.

O ator permaneceu no papel por anos, participando da trilogia original, X-Men: Dias de um Futuro Esquecido e Logan, no qual se despediu do papel, junto de Hugh Jackman.

Os X-Men vão ganhar um reboot no Universo Cinematográfico Marvel, mas não há qualquer informação sobre elenco ou data de estreia de um novo filme.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio