A filha de Michael Jackson, Paris, conseguiu um grande papel em um novo filme. Claro, este não é um filme comum e gerou enorme controvérsia nos Estados Unidos.

Até foram lançadas petições para interromper seu lançamento – mas por que é tão controverso?

O novo filme de Paris Jackson, Habit, mostra a jovem de 22 anos retratando uma jovem versão de Jesus. O filme com mudança de gênero não só chocou os fãs, mas também recebeu polêmica de grupos que chamaram o filme de “cristofóbico”.


Muita controvérsia

De acordo com o comunicado de imprensa, o filme mostrará “uma garota de rua esperta e festeira com um fetiche de Jesus que se envolve em um violento acordo de drogas e encontra uma saída possível se disfarçando de freira”. Bella Thorne vive esse papel, e o ator Gavin Rossdale também estrela o controverso filme independente.

Em protesto ao lançamento do filme, uma petição à Warner Bros. e à Lionsgate foi lançada no Change Org. A descrição dizia: “Prevê-se que um novo filme com blasfêmia de Hollywood será lançado em breve, descrevendo Jesus como uma mulher lésbica. O filme Habit é estrelado por Paris Jackson, que interpreta o papel de ‘Jesus lésbica’.”

“Os distribuidores ainda não cancelaram o filme, então vamos conscientizar e despertar as pessoas para o lixo cristofóbico que é espalhado hoje em dia, mas que de alguma forma é aceito e elogiado pela sociedade.”

Apesar disso, outras pessoas reagiram mais favoravelmente ao filme, com a cantora Sia tuitando seu apoio a Jackson.

Ela tuitou: “Cara Paris Jackson, eu amo você. Continue. Eu acredito que você é uma boa pessoa.”

Isso gerou mais polêmica depois que Sia apoiou abertamente James Safechuck e Wade Robson, dois homens que apareceram no documentário Deixando Neverland, no qual alegaram que o pai de Paris Jackson, Michael Jackson, abusou sexualmente deles quando crianças.

Quando isso foi apontado pelos fãs, Jackson respondeu com uma série de tuítes, um dos quais dizia: “A mensagem de amor e paz de meu pai fala por si. Nada pode manchar isso. Seu legado continuará sendo mantido por muitas gerações vindouras.”

Michael Jackson, que negou as acusações antes de sua morte, foi absolvido de todas as acusações relacionadas a alegações de abuso sexual em 2005. O filme está sendo vendido para distribuição atualmente pela Voltage Pictures, e será um dos primeiros papeis de destaque para Paris Jackson.

Seus papeis mais recentes de atriz mostraram a estrela como Rachel Wells na série de TV da Fox, Star, na qual ela apareceu por quatro episódios. Depois disso, Jackson teve um pequeno papel como Nelly em Gringo de 2018, que também estrelou David Oyelowo, Charlize Theron, Joel Edgerton e Thandie Newton.

O mais recente trabalho de Jackson, The Space Between, deve ser lançado em breve e estrelará Kelsey Grammer como um músico aspirante a ator, enquanto a atriz também apareceu no videoclipe de 30 Seconds to Mars, “Rescue Me”.

Ainda não há data de lançamento para Habit, com Paris Jackson.