O próximo filme da Marvel, Os Eternos, poderia explicar a extinção dos Celestiais – e revelar que os Eternos os destruíram usando o poder combinado das Joias do Infinito. Há evidências crescentes de que Os Eternos servirá essencialmente como um prelúdio para todo o MCU.

De acordo com a sinopse de Os Eternos da Marvel, os Eternos são “alienígenas antigos que vivem em segredo na Terra há milhares de anos”. A sinopse sugere que a história de origem dos Eternos mudou um pouco para o MCU.

Nos quadrinhos, os Eternos eram uma ramificação evolutiva da humanidade criada por uma poderosa raça alienígena conhecida como Celestiais. Ainda haverá algum tipo de relacionamento com os Celestiais; a arte conceitual inicial mostrava os Celestiais e as mercadorias ligadas incluem um Funko de Arishem, o Juiz, um dos líderes dos Celestiais.


Mas não há razão para acreditar que a natureza desse relacionamento permanecerá a mesma. Nos quadrinhos, os Eternos são efetivamente os adoradores dos Celestiais.

Os Celestiais do MCU foram introduzidos em Guardiões da Galáxia, com o Colecionador mostrando imagens de alguém usando a Joia do Poder para julgar um planeta inteiro. Como revelado em Guardiões da Galáxia Vol. 2, esses seres cósmicos foram posteriormente extintos; restava apenas Ego, o último de sua espécie.

Até agora, o MCU esteve absolutamente silencioso sobre a causa desse evento de extinção. O que quer que tenha acontecido, parece ter causado morte e destruição em uma escala inimaginável, deixando o planeta Sakaar repleto de cadáveres de Celestiais e a cabeça flutuante cortada de um gigantesco Celestial flutuando no espaço – tornando-se finalmente a instalação de mineração Knowhere.

É perfeitamente possível que os Eternos estejam envolvidos no evento de extinção, o que poderia muito bem ter acontecido em sua vida.

Figuras misteriosas

Sabe-se que os Celestiais julgam mundos e civilizações inteiros, destruindo aqueles que consideram indignos de acordo com seus próprios critérios enigmáticos. De acordo com a sinopse de Os Eternos, os Eternos eram alienígenas antigos que viajaram à Terra para proteger o planeta – talvez contra o julgamento dos Celestiais.

Se for esse o caso, mesmo os poderosos Eternos precisariam de um poder para derrotar esses seres monstruosamente poderosos. Existe apenas uma força no universo que poderia lhes dar vantagem suficiente; as Joias do Infinito.

Esses objetos antecedem o próprio universo e foram forjados em sua forma mais famosa por algumas das criaturas antigas e poderosas que habitavam o cosmos em seus primeiros dias. Isso poderia significar que os Celestiais foram os criadores das Joias do Infinito.

Certamente, alguém foi visto empunhando a Joia do Poder em Guardiões da Galáxia, e em Vingadores: Ultimato, Nebula descreveu Vormir – onde a Joia da Alma estava esquecida – como o “centro da civilização Celestial”. Para derrotar e destruir os Celestiais, os Eternos poderiam ter roubado deles as Joias do Infinito, e as usado para destruir seus inimigos divinos.

Eles poderiam ser os responsáveis ​​por escondê-las, explicando o último mistério das Joias do Infinito do MCU. Se essa teoria estiver correta, Os Eternos é realmente um prelúdio de toda a Saga do Infinito.

Revela a origem das Joias do Infinito, demonstra seu poder e explica quem as escondeu. Também responde à última pergunta cósmica levantada pelos filmes dos Guardiões da Galáxia – como e por que os Celestiais foram exterminados.

Os fãs esperam que também sirva para configurar o futuro do MCU.

O elenco de Os Eternos conta com Angelina Jolie, Kit Harington, Richard Madden, Salma Hayek e outros.

Os Eternos, da Marvel, estreia em 11 de fevereiro de 2021.