Enquanto o mundo chega a um ponto em que a próxima fase do MCU pode começar, a Marvel tem alguns grandes planos, para dizer o mínimo. Tudo começa com um longa-metragem solo de Viúva Negra, e eventualmente os fãs terão outro filme de Thor, dirigido por Taika Waititi.

Mas uma das maiores mudanças que o MCU já tomou está a caminho na forma de um filme baseado nos quadrinhos dos Eternos.

Criados pelo lendário Jack Kirby na década de 1970, os Eternos eram uma ramificação evolutiva dos seres humanos criados pelos Celestiais. A intenção deles era que esses seres fossem os defensores da Terra, frequentemente enfrentando seus inimigos, os Deviantes.


Na tentativa de Neil Gaiman de reinventar os personagens, foi revelado que um dos Eternos fez com que todos esquecessem quem eram. Eventualmente, suas memórias retornaram e eles se juntaram ao Universo Marvel.

As histórias mais recentes não foram tão gentis com o grupo. Quando os Vingadores se reuniram para lutar contra a Horda, o envolvimento dos Celestiais os levou a pedir ajuda aos Eternos.

Quando os heróis mais poderosos da Terra chegaram à casa de seus aliados, eles encontraram todos os Eternos, exceto Ikaris, mortos. Todos eles cometeram suicídio quando descobriram que os Celestiais não os criaram para ajudar a humanidade, mas para colher os anticorpos necessários para combater a Horda.

É altamente improvável que o próximo filme inclua os Eternos se matando em massa, mas a perda de memória poderia facilmente desempenhar um papel importante na história. Sendo que os Eternos são uma raça antiga de super-heróis que antecede a maioria dos outros seres energizados no MCU por dezenas de milênios, seria interessante trazer uma abordagem em que todos esqueceram quem eram.

Esse evento explicaria por que eles não se envolveram na história da Saga do Infinito de nenhuma maneira.

Além disso, a batalha final com Thanos e ressuscitar metade da vida no universo também podem ser os catalisadores que os levam de volta ao mundo. Alguns teorizaram que o estalo do Homem de Ferro criará os eventos que trazem os X-Men para a continuidade do MCU, então o mesmo poderia ser dito para os personagens da próxima tentativa da Marvel com uma grande franquia.

Segredos do passado

Independentemente disso, Os Eternos pode ter consequências ainda mais abrangentes para a narrativa do MCU como um todo.

Além de flashbacks ocasionais, a parte mais remota do MCU da sua história de maneira substancial foi Capitão América: O Primeiro Vingador. Os Eternos apresenta uma oportunidade de aprofundar ainda mais essa história, oferecendo oportunidades para prever os próximos eventos e introduções de personagens.

Se tudo correr como planejado, Os Eternos poderia ser o filme que prepara o palco para tudo que virá para a próxima década.

Dirigido por Chloé Zhao, com roteiro de Matthew e Ryan Firpo, Os Eternos é estrelado por Richard Madden como Ikaris, Kumail Nanjiani como Kingo, Lauren Ridloff como Makkari, Brian Tyree Henry como Phastos, Salma Hayek como Ajak, Lia McHugh como Sprite, Don Lee como Gilgamesh, Angelina Jolie como Thena, Barry Keoghan como Druig, Gemma Chan como Sersi e Kit Harington como Dane Whitman, também conhecido como Cavaleiro Negro.

O filme da Marvel estreia nos cinemas em 12 de fevereiro de 2021.