Apesar do tom descontraído dos filmes de Guardiões da Galáxia, da Marvel, James Gunn consegue colocar alguns momentos bem dramáticos nos longas.

Agora, foi revelado que as tatuagens de Drax escondem uma história ainda mais trágica do que pensávamos.

Quando não está invisível, podemos ver tatuagens que cobrem o corpo inteiro de Drax e parece que não é nada fácil para o ator ter essas marcas no corpo.


Em recente publicação no Instagram, James Gunn revelou que demorou cinco horas para Dave Bautista ser caracterizado como seu personagem.

Isso foi minimizado em Guardiões da Galáxia Vol. 2 e o tempo de preparação foi reduzido para 90 minutos.

Mas há mais detalhes sobre as tatuagens de Drax.

Trágica história

Muitos fãs acreditavam que as tatuagens eram ligadas às vitórias de Drax em batalhas, mas James Gunn revelou que elas são, na realidade, feitas em homenagem à esposa e filha de Drax, que foram assassinadas.

O primeiro Guardiões da Galáxia revelou que Drax buscava vingança contra Ronan por ter matado sua esposa e filha, sob ordem de Thanos.

Na publicação do Instagram, James Gunn revelou esse fato sobre as tatuagens.

“Uma cena legal que cortei do primeiro filme mostra que as tatuagens de Drax não são sobre suas conquistas, mas sim relacionadas a memórias de sua família: sua mãe e pai na infância, seu casamento com sua esposa, o nascimento de sua filha”, escreveu o diretor de Guardiões da Galáxia.

Guardiões da Galáxia Vol. 3 está previsto para 2021, mas pode ser adiado.