Os personagens de Velozes e Furiosos já quebraram algumas dezenas de leis ao longo dos oito filmes da franquia, mas em um deles a própria produção teve de cometer alguns crimes.

Dirigido por Justin Lin, Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio foi o terceiro filme da franquia, apesar de se passar entre o sexto e sétimo em termos de cronologia.

Quando Desafio em Tóquio estava em desenvolvimento, Lin queria gravar na capital japonesa para que o filme soasse autêntico. Mais especificamente, o diretor queria gravar em Shibuya, um dos locais mais populosos do país.


Infelizmente, é especialmente difícil conseguir permissão para gravar em Tóquio, particularmente para estrangeiros. Lin sabia disso e gravou o filme sem a apropriada permissão.

A decisão resultou na prisão de um membro da equipe, mas, felizmente, a Universal estava preparada para isso. Eles contrataram uma pessoa especificamente para se passar por Justin Lin e ir preso no seu lugar.

O diretor conseguiu gravar algumas cenas para o Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio e o restante foi feito em computação gráfica, ou gravado na Califórnia.

Velozes e Furiosos 9

Justin Lin retorna para a direção de mais dois filmes da franquia Velozes e Furiosos: o nono e o décimo, ambos já confirmados.

O nono filme da franquia trará de volta diversos personagens icônicos e deve preparar o terreno para o fim da saga de Toretto.

Até mesmo uma possível aparição do personagem de Paul Walker não está descartada, afinal, na trama de Velozes e Furiosos, Brian está vivo, aproveitando a “aposentadoria” do mundo das corridas com a esposa de filhos.

Sendo assim, não é uma ideia absurda imaginar que os produtores de Velozes e Furiosos 9 tentariam trazer Paul Walker de volta com tecnologia de CGI.

Velozes e Furiosos 9 tem estreia prevista para abril de 2021.