Havia algo que os produtores de Titanic poderiam ter feito para tornar o filme melhor do que já é? Isso realmente depende do que você acha de uma cena excluída do filme.

Teria deixado o filme melhor? Ou apenas tiraria o charme do longa?

O Observatório do Cinema descobriu uma grande cena cortada de Titanic, um dos filmes de maior bilheteria da história do cinema, que poderia ter deixado a história ainda mais emocionante.


A cena excluída começa realmente no final do filme. Deveria refletir profundamente sobre as consequências do acidente, já que Rose está no navio de resgate RMS Carpathia.

A cena também inclui o ato vergonhoso de J. Bruce Ismay de se sentar no barco salva-vidas e salvar a si mesmo, enquanto outros estavam morrendo ao redor do Titanic, um navio que ele trouxe à vida.

Depois que o apito de Rose a leva para o navio de resgate, a cena que foi cortada mostra a situação das colegas passageiras que perderam entes queridos. A cena mostrava uma mulher idosa chorando porque não conseguiu localizar um dos membros de sua família.

Enquanto isso, outra mulher se apega firmemente ao filho, paralisada de horror.

A cena rapidamente coloca em foco Ismay, diretor da White Star Line. Ele foi atingido com algumas acusações.

Primeiro de tudo, foi sua ilusão de que o Titanic era inafundável. Por esse motivo, ele não sentiu nenhuma apreensão ao pedir ao capitão Smith que aumentasse a velocidade do navio para chegar a Nova York antes do horário e da data estipulados.

Enquanto o capitão Smith afundou com o navio, Ismay não. Por isso, nessa cena, ele andava em volta da multidão perturbada, olhando para o sofrimento que ele havia causado parcialmente ou principalmente.

Este teria sido um momento muito profundo, se a cena tivesse sido mantida.

Rose caminha até a mãe no final. Caso a cena fosse mantida intacta, o filme teria passado das três horas e quinze minutos de duração.

Provavelmente, essa foi a razão pela qual o diretor James Cameron teve que retirá-la. Você pode dar uma olhada na cena excluída abaixo.

Filme de sucesso

Titanic chegou aos cinemas em 1997 (e no começo de 1998, no Brasil). O filme foi um grande sucesso de bilheteria, e até hoje permanece como a terceira maior arrecadação da história do cinema.

O elenco foi estrelado por Kate Winslet e Leonardo DiCaprio.

Titanic foi dirigido por James Cameron. Ao longo de sua carreira, o diretor também ficou conhecido por seus trabalhos com O Exterminador do Futuro e Avatar.