Top Gun, com Tom Cruise, revela história secreta de Goose

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nick “Goose” Bradshaw (Anthony Edwards) é o oficial de interceptação de radar de Pete “Maverick” Mitchell (Tom Crusie) e seu melhor amigo no filme Top Gun, mas qual é a história de origem por trás de seu famoso codinome? O personagem não voltará para Maverick, a sequência do clássico de 1986 dirigido por Tony Scott, mas os fãs do original verão o filho de Goose, Bradley Bradshaw (Miles Teller), crescido.

Goose, sem dúvida, estará na vanguarda da mente de Maverick enquanto ele treina o filho de Goose – e revisitar o personagem levanta a questão de como ele conseguiu seu famoso codinome.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além de ser um piloto talentoso, Maverick é um maluco que tem um problema de autoridade. Ele e Goose proporcionam alívio cômico na primeira parte do filme original, já que os dois são próximos, apesar da propensão de Maverick por ter problemas e arrastar Goose junto com ele.

Em meio a toda ação de alto nível em Top Gun, Maverick deve superar a dor e a culpa pela perda de seu melhor amigo que morre após um exercício de treinamento dar errado.

Em uma entrevista à EW, Anthony Edwards divulga a história por trás do codinome de seu personagem no filme de 1986.

“Goose era um cara que na vida real sofreu um acidente com um avião onde eles perderam um motor, e ele achou que era o motor errado, então eles acabaram com o outro motor”, disse ele.

“E assim, como resultado, o avião caiu, e então ele ganhou o nome de Goose por ter estragado tudo. Um bobão é o que era.”

Isso oferece algumas dicas sobre o comentário de Stinger a Goose sobre ele ter “sorte de estar aqui”. Depois de desobedecer às ordens para salvar o colega piloto Cougar, Maverick é criticado por Stinger, que estabelece que Maverick é talentoso, mas problemático, e o codinome de Goose é indicativo de que ele também erra muito.

Segredos dos codinomes

Sem dúvida, existem algumas histórias interessantes por trás dos codinomes dos outros pilotos do filme, que incluem Jester, Viper, Slider, Hollywood, Merlin e Sundown. É óbvio de onde vem a inspiração para Maverick, dada a personalidade rebelde e independente de Tom Cruise.

O único piloto do programa cujo codinome é explicado é Tom “Iceman” Kazansky, o inimigo de Maverick e sua maior competição. Goose diz a Maverick: “É assim que ele voa. Ice Cold. Sem erros.”

Quando Iceman e Goose se cumprimentam, Iceman se refere ao personagem de Edward como “Mãe Goose”, que parece uma pista de como Goose ganhou seu codinome, mas a história real não tem nada a ver com rimas infantis.

Os pilotos navais não conseguem escolher seus nomes. Um dos instrutores da vida real da escola de voo, Mel “Rattler” Holmes, conseguiu o seu após encontrar um ninho de cobras durante uma partida de golfe.

Os codinomes são mais propensos a refletir uma característica da personalidade ou um erro do que ter algo a ver com a habilidade ou estilo do piloto. A próxima geração de codinomes dos pilotos de Maverick inclui Phoenix, Hangman, Payback e Bradley “Rooster” Bradshaw: uma homenagem a Goose.

Top Gun: Maverick chegará aos cinemas em 23 de dezembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio