A Fase 4 do MCU terminou de maneira épica com Vingadores: Ultimato. Além de dar aos fãs uma conclusão satisfatória para a Saga do Infinito, o filme marcou as mortes de heróis e heroínas importantes, como o Homem de Ferro e a Viúva Negra.

O filme foi o mais bem sucedido de 2019, e contou com a maior bilheteria de todos os tempos.

Com a despedida de Tony Stark, a Marvel tem uma ótima oportunidade: trazer de volta um popular vilão que fez parte das tramas do herói.


Confira abaixo o que pode acontecer no futuro do MCU!

Retorno esperado?

Um dos vilões menos comentados do MCU é Justin Hammer, interpretado por Sam Rockwell. O personagem foi o antagonista de Homem de Ferro 2, e muitos fãs já se esqueceram de sua presença no Universo da Marvel.

Isso porque Rockwell só apareceu em um filme da franquia, lançado há mais de 10 anos.

Na época do lançamento de Homem de Ferro 2, Sam Rockwell já havia se estabelecido como um ótimo ator coadjuvante. Desde então, o ator conquistou Hollywood com performances sólidas em filmes como Três Anúncios Para Um Crime, pela qual ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.

No MCU, Justin Hammer contraria o exemplos dos vilões de um filme só e sobrevive ao desfecho de Homem de Ferro 2. O personagem é enviado para a Penitenciária de Seagate, e sendo assim, ainda pode retornar.

Mas afinal de contas, como Justin Hammer pode retornar ao MCU? Fãs já criaram diversas teorias para explicar a volta do personagem.

Uma das mais interessantes afirma que Hammer pode se tornar uma espécie de “novo Homem de Ferro” ao deixar a prisão.

A sugestão do Reddit afirma que Hammer pode voltar como um oposto completo ao Homem de Ferro, que assim como Tony Stark, consegue superar seu egoísmo e de alguma forma trabalhar para o bem comum.

Outra teoria afirma que Hammer vai sair da cadeia pior do que entrou, se tornando o novo grande antagonista das histórias dos Vingadores.

De qualquer forma, o MCU só tem a ganhar com o retorno de Justin Hammer, seja como herói ou como vilão.

A volta de Sam Rockwell ao MCU ainda não foi confirmada por nenhuma fonte oficial.