Em tempos de quarentena, a Netflix se esforça para lançar novos conteúdos de qualidade a cada semana. Agora, a plataforma celebra a estreia da sequência de A Barraca do Beijo, comédia romântica que fez muito sucesso em 2018.

A produção do filme começou logo após a boa recepção do primeiro capítulo, que se estabeleceu como um dos filmes teens mais assistidos da plataforma.

O segundo capítulo de A Barraca do Beijo também foi bem recebido pelos fãs na Netflix. O que muita gente não percebeu foi uma mudança importante que se relacionou com a intérprete de uma das personagens.


Confira abaixo por que A Barraca do Beijo 2 mudou a intérprete de Mia!

Mudança importante

No primeiro filme de A Barraca do Beijo, a “garota OMG” Mia foi interpretada por Jessica Sutton, conhecida principalmente por interpretar a personagem principal da série Motherland: Fort Salem.

Mia é objeto das afeições românticas de Lee, que antes de se interessar pela garota nutre uma crush pela colega e amiga Elle, a protagonista vivida por Joey King.

Já em A Barraca do Beijo 2 a personagem é interpretada pela atriz Camilla Wolfston.

O motivo da troca foi a decisão de Jessica Sutton, que não planejava interpretar a personagem mais uma vez, o que criou conflitos em sua agenda.

Wolfston não é tão experiente como Sutton, mas aproveita bem seu tempo de tela em A Barraca do Beijo 2, criando características interessantes e realizando pequenas modificações na personalidade de Mia.

Coincidentemente, as duas atrizes que interpretaram Mia na franquia A Barraca do Beijo nasceram na África do Sul.

Ao se preparar para viver Mia no filme da Netflix, Camilla Wolsfton criou uma playlist com músicas especiais para sua personagem.

“Mia ganhou sua própria playlist. Ela gosta de se sentir bem ao acordar, então têm muitas músicas das Pussycat Dolls e Britney Spears. Também criei um guarda roupa só para ela, com os figurinos de seu estilo”, afirmou a atriz.

Camilla Wolfston deve reprisar sua performance como Mia em A Barraca do Beijo 3, filme que já está confirmado pela Netflix.