No cinema, até o momento, Thanos, também conhecido como o Titã Louco, foi o maior vilão da Marvel.

O vilão teve uma grande preparação até se tornar o principal antagonista de uma produção. Ele apareceu no MCU pela primeira vez em Os Vingadores, de 2012.

Naquela ocasião, foi interpretado brevemente por um ator e dublê chamado Damion Poitier.


A partir de Guardiões da Galáxia, de 2014, a Marvel resolveu escolher outro ator para o vilão. Thanos é um antagonista importante, e portanto precisava ser vivido por um astro mais famoso.

O ator escolhido foi Josh Brolin, de filmes como Onde os Fracos Não Têm Vez, Homens de Preto 3 e Bravura Indômita.

Brolin entregou uma performance icônica como Thanos. Mas seu trabalho no set esconde um segredo hilário: foi um pouco constrangedor.

Como quase todos os atores que interpretam personagens criados com efeitos digitais, Brolin teve que usar uma roupa de captura de movimentos para se tornar Thanos.

A roupa é ridícula por si só, mas não para por aí. Thanos é muito mais alto que Josh Brolin, então o ator tinha que usar algo que desse para os outros atores alguma ideia de onde estava o rosto do vilão.

Portanto, bem acima da cabeça de Brolin, havia simplesmente uma imagem com o rosto de Thanos, que servia de referência para seus companheiros de elenco.

Trabalho complicado

O supervisor de efeitos visuais de Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato, Dan Deleeuw, conversou sobre o processo de criação de Thanos em entrevista ao Hollywood Reporter. Foi necessário muito cuidado no desenvolvimento do CGI, já que Thanos era um dos personagens principais e aparecia em muitas cenas.

“O co-diretor Joe Russo teve a ideia de contar a história mais do ponto de vista de Thanos”, disse.

Thanos não seria mais um vilão coadjuvante. Ele era um dos personagens que conduziam a trama.”

Fãs da Marvel ficaram impressionados com o resultado do trabalho em Thanos em cena.

Para a tristeza dos fãs, Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato não foram premiados com o Oscar de Melhores Efeitos Visuais. Vingadores: Guerra Infinita perdeu para O Primeiro Homem na premiação de 2019, enquanto Vingadores: Ultimato perdeu para 1917 em 2020.

No Brasil, Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato, bem como quase todos os outros filmes do MCU, estão disponíveis no Amazon Prime Video.