Jamie Dornan, o Christian Grey de 50 Tons de Cinza, revelou que quis “correr” do set de seu mais novo filme durante a primeira noite de filmagem.

Em participação no programa This Morning, o ator falou sobre o filme Endings Beginnings. Escrito por Drake Doremus, o filme é parcialmente improvisado, o que significa que os atores precisam preencher certas lacunas com diálogos improvisados na hora.

“Honestamente, Eamonn, a primeira noite eu pensei em correr, porque estava aterrorizado”, disse o ator de 50 Tons de Cinza ao apresentador do programa.


“Estávamos gravando uma cena noturna em Studio City, em Los Angeles, e a primeira cena é quando você vê pela primeira vez meu personagem e Daphne e Frank, que são interpretados por Shailene [Woodley] e Sebastian [Stan], e eles já estavam gravando há duas semanas”.

“Eu estava fazendo outra coisa, então não pude fazer antes, eles estavam já no ritmo e entendiam a improvisação”, continuou o ator.

“E eu cheguei na primeira noite, sem conhecer ninguém… e estava tão aterrorizado, que pensei em fugir. Pensei ‘quais são as ramificações aqui, se eu fugir?’. Mas eu pensei melhor”.

No fim, Jamie Dornan continuou na produção e o filme acabou sendo lançado em alguns países. Um lançamento maior, contudo, foi impossibilitado em razão da pandemia de COVID-19.

A vida após 50 Tons de Cinza

Anteriormente, Dornan revelou à Variety que se sente “sortudo” por ter participado da franquia de 50 Tons de Cinza. Os filmes abriram uma oportunidade na carreira dele.

Após ser Christian Grey, o famoso passou a atuar mais no cinema independente. Essa categoria atualmente está nos filmes com orçamentos de US$ 5 a US$ 15 milhões.

“Eu pessoalmente acredito que é onde os melhores roteiros estão. Eu fiz coisas como Anthropoid e A Private War que eu realmente me orgulho. Eu tenho sorte que eles entraram no meu caminho por causa de 50 Tons de Cinza”, declarou o famoso.

Dornan garante que não foi “tipificado” por causa da franquia. Para o ator, cada trabalho “é único”.

“Eu nunca fiz algo parecido e provavelmente nunca vou fazer de novo, porque cada coisa é própria. É meio que fizemos, isso está no seu mundo, que é muito grande e muitas pessoas se importam. Mas é como, ‘Nós fizemos e é isso’”, finalizou Dornan.

O último filme da franquia foi 50 Tons de Liberdade, lançado em 2018. Dornan estrelou os longas ao lado de Dakota Johnson.

A trilogia está disponível em plataformas digitais.