Há muitas razões para um ator praticamente desaparecer dos holofotes em Hollywood. Mas, há uma delas que é bastante polêmica e gera muitos comentários.

Trata-se de uma suposta lista negra de Hollywood. Nela estariam nomes evitados pelos grandes estúdios.

Agora, a imprensa dos Estados Unidos acredita que Andrew Garfield, que viveu Peter Parker em O Espetacular Homem-Aranha, pode ter sido queimado na indústria. O fato explicaria uma baixa frequência de projetos do artista.


Após os dois filmes de O Espetacular Homem-Aranha (o último em 2014), produzidos pela Sony – que contém direitos do herói da Marvel, Andrew Garfield apareceu em apenas duas grandes produções. Além disso, atua em alguns filmes independentes.

O que aumenta o rumor sobre Andrew Garfield estar nessa lista é um episódio com a Sony. Em vazamentos de e-mails do estúdio, uma tensão entre o ator de Homem-Aranha e os produtores foi notada.

Para muitos, isso explicaria o motivo do ator, considerado talentoso por muitos críticos, ter praticamente sumido de Hollywood.

Tensão em Homem-Aranha

Os e-mails revelaram que Andrew Garfield opinava bastante nos filmes. Além disso, reclamava do corte de “cenas profundas” por parte da produção, o que para o ator atrapalhava na construção do Homem-Aranha dele.

Depois, o The Independent revelou um caso em que o ator desmarcou um evento com o ex-presidente da Sony, Kaz Hirai, em cima da hora. O executivo anunciaria O Espetacular Homem-Aranha 3 com Garfield.

Nos e-mails, Hirai foi claro sobre a postura do então jovem artista: “Estamos há uma hora do nosso evento de gala e Andrew decidiu que não vai vir. Ele não se cuida e quer ser deixado sozinho”.

Logo depois desse episódio, O Espetacular Homem-Aranha 3 foi cancelado. Com isso, o ator de Homem-Aranha comentou em entrevistas que as opiniões sobre o filme eram de alguém que se importava com o papel.

“Eu assinei para servir a história e ser esse personagem incrível que copio desde que tenho 3 anos. Então você se compromete e quebra o seu coração. Aconteceu comigo um pouco”, disse o famoso para Variety.

Outra situação seria de que Andrew Garfield queria que o Homem-Aranha fosse bissexual. O rumor surgiu por e-mails vazados que dizem que a Sony está sob contrato de que Peter Parker tem que ser “branco e hétero”, além de não poder falar palavrões, fumar e vender drogas.

Após essa situação, o ator esteve em Silêncio, filme pouco divulgado de Martin Scorsese, e Até o Último Homem, de Mel Gibson – coincidentemente, mais um nome pouco desejado em Hollywood (por conta de comentários preconceituosos). Nesse segundo papel, Andrew Garfield foi indicado ao Oscar.

Mesmo assim, o ator só voltou a atuar em filmes independentes, que não ganharam tanto destaque. Por conta disso, existe o rumor de que o artista de Homem-Aranha pode estar com a carreira prejudicada.

Enquanto isso, o herói da Marvel agora é vivido por Tom Holland. O ator estará em Homem-Aranha 3, com previsão para dezembro de 2021.