Os fãs da saga Invocação do Mal, da New Line Cinema, estão familiarizados com o trabalho dos investigadores paranormais da vida real Ed e Lorraine Warren.

Os Warrens fundaram a Sociedade de Pesquisa Psíquica da Nova Inglaterra, bem como o Museu Oculto dos Warrens, em Monroe, Connecticut. Entusiastas do paranormal podem visitar a “maior variedade de artefatos obscuros e assombrados”, e os Warrens acreditavam fortemente que alguns desses itens ainda podem possuir o mal.

O artefato mais famoso do Museu Oculto dos Warrens é a boneca real na qual os filmes de Annabelle se baseiam. Vamos mergulhar no passado assustador desta boneca e nas histórias conectadas a ela.


História da vida real

Não deve ser surpresa para ninguém familiarizado com Hollywood que a boneca Annabelle dos filmes seja muito diferente da original. A Annabelle original é uma boneca clássica Raggedy Ann, que se originou em 1915.

Uma enfermeira de 28 anos chamada Donna recebeu a boneca de sua mãe como presente de aniversário. Ela começou a notar a boneca mudando de posição enquanto ela estava fora da sala.

Donna e sua colega de quarto, Angie, começaram a encontrar bilhetes escritos em papel pergaminho pela casa contendo mensagens como “Ajude-me” e “Ajude-nos”. As mulheres juram que não tinham pergaminho em casa.

A boneca começou a aparecer em diferentes lugares da casa e até parecia estar vazando sangue.

Quando seu amigo Lou estava tirando uma soneca no apartamento de Donna e Angie, ele acordou e encontrou a boneca olhando para ele. Ele se sentia como se estivesse sendo estrangulado e tinha arranhões profundos na parte superior do corpo.

Depois de vários eventos estranhos, Donna e Angie recorreram a uma médium. Durante uma sessão, elas souberam da história de Annabelle Higgins, uma jovem que pode ter morrido em sua propriedade aos sete anos de idade.

Por meio da médium, Annabelle disse que se sentiu confortada com a presença das colegas de quarto. Donna e Angie deram permissão a Annabelle para “habitar a boneca”.

Foi quando os Warrens assumiram o caso. Eles chegaram à conclusão imediata de que a boneca estava possuída por uma “presença desumana”.

De acordo com seu site, os Warrens acreditavam que “o espírito não estava procurando ficar preso à boneca; estava procurando possuir um hospedeiro humano”.

Depois de um padre fazer um exorcismo no apartamento das mulheres, os Warrens concordaram em levar a boneca para casa. Colocada no banco de trás, parecia possuir o carro, desligando a direção hidráulica e contornando curvas perigosas.

Ed Warren teve que borrifar água benta no banco de trás para voltar para casa.

Quando um padre visitante dispensou os poderes da boneca, ele se envolveu em um acidente quase fatal a caminho de casa. Seus freios falharam em um cruzamento movimentado e seu veículo foi destruído.

Quando um visitante do museu riu da boneca e bateu na caixa que os Warrens a mantinham dentro, ele foi convidado a sair. Ele e sua namorada estavam andando de moto e rindo da boneca quando ele perdeu o controle e bateu em uma árvore, morrendo instantaneamente.

A namorada sobreviveu, mas foi hospitalizada com ferimentos graves.

Quer você acredite ou não na lenda da boneca Annabelle, os Warrens definitivamente acreditavam. Desde o falecimento dos Warrens, seu genro Tony Spera assumiu seu legado e afirma que Annabelle é o artefato mais assustador que eles possuíam.

Annabelle 3: De Volta Para Casa já está disponível em DVD e Blu-ray. Enquanto isso, Invocação do Mal 3 chegará aos cinemas em junho de 2021.