Depois do primeiro Frozen ter sido criticado por não conter uma canção mais elaborada com Jonathan Groff, o Kristoff, a continuação corrigiu isso, com Lost in the Woods.

O número musical de Frozen 2 traz inúmeras referências aos anos 1980, incluindo a Queen e Journey, sem falar na própria temática.

De acordo com o próprio Jonathan Groff, a sequência Lost in the Woods foi parcialmente inspirada por músicas de karaokê dos anos 1980.


Segundo o ator (via ScreenRant), esse momento do filme espelha “caras bêbados cantando Journey”. Alguns trechos da canção no filme chegam a lembrar o clipe de Separate Ways (World’s Apart), da banda oitentista.

Os fãs de Queen também certamente perceberão conexões feitas na música da Disney. Um dos momentos do número musical foi claramente inspirado pelo clipe de Bohemian Rhapsody. O coral com as renas deixa essa conexão bem evidente.

“Queen era tão teatral e grande, a tal ponto que se você faz algo assim, e é cantado por um homem, isso dá a oportunidade aos garotos de realmente se expressarem”, disse Groff sobre a canção.

No início de Lost in the Wood, Kristoff chega a se encostar em uma árvore e sua postura ainda se alinha com Bryan Adams em um clássico do cantor.

Ainda há um aspecto rebelde de populares produções dos anos 1980 e tudo fica realmente parecendo um clipe que poderia ser exibido na MTV nessa década.

Resposta à polêmica

Como dito antes, Lost in the Woods é resultado de uma polêmica envolvendo o primeiro filme, especificamente a ausência de uma canção de um dos membros mais notáveis do elenco: Jonathan Groff.

No primeiro filme, a Disney deu apenas uma pequena canção ao ator: Reindeers Are Better Than People. Considerando a performance indicada ao Tony de Jonathan Groff como o Rei George em Hamilton, os fãs esperavam ver uma maior presença musical do ator no filme.

Reindeers Are Better Than People é um doce momento do primeiro Frozen, mas os fãs sentiram que a canção foi incluída às pressas no filme apenas para dar uma desculpa para Groff cantar.

Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez, que escreveram as canções do filme, chegaram a revelar que se arrependeram de não dar uma música completa ao ator da Broadway, dizendo que a caracterização de Kristoff, seu personagem, não permitiu isso.

O próprio Jonathan Groff disse, em entrevista à Vanity Fair:

“Foi tão doce que as pessoas ficaram mais decepcionadas que eu, por eu não ter cantado no filme”.

Kristen Bell, a princesa Anna de Frozen, também ficou decepcionada com isso. “Essa é minha única crítica. Não tivemos Jonathan Groff cantando”.

Frozen 2 está disponível na Amazon Prime Video.