Charlie Sheen é uma figura polêmica em Hollywood. Ao que parece, isso não ajuda o ator em nada nos bastidores.

Mesmo quando esteve no auge, o ator de Two and a Half Men passou por uma situação complicada. O fato aconteceu em Todo Mundo em Pânico 5.

Em 2013, o então astro de comédia era a aposta para que a franquia voltasse a ser um dos grandes sucessos de Hollywood. No fim, conseguiu uma modesta arrecadação de quase US$ 80 milhões.


Além de não ter sido o sucesso esperado, Todo Mundo em Pânico 5 mostrou que Charlie Sheen não era o ator mais amado da indústria. Uma das protagonistas do longa se recusou a beijar o ator.

Lindsay Lohan, revelada pela Disney e uma estrela na juventude, passa grande parte do filme contracenando com o famoso de Two and a Half Men. Porém, preferiu não ter um contato mais íntimo com ele.

Charlie Sheen não beija ex-Disney

A revelação pode ser um choque para os fãs. Há cenas de Todo Mundo em Pânico 5 em que Charlie Sheen aparece beijando a personagem de Lindsay Lohan.

Porém, aqui entra a revelação que pode surpreender. A ex-Disney reclamou para produção que não queria beijar Charlie Sheen.

Assim, a equipe contratou uma dublê apenas para beijar o famoso. O TMZ afirma que a atriz ficou com medo por conta do “histórico” do astro.

No início, os produtores de Todo Mundo em Pânico não tinham levado a famosa a sério. Porém, na hora das gravações, a atriz simplesmente se recusou e a dublê teve que ser contratada.

Publicamente, os atores não comentam a história.

Todo Mundo em Pânico 5 pode ser visto em plataformas digitais.