Apesar de fazer parte do mesmo universo, a Fase 1 da Marvel era uma divisão totalmente diferente do que o MCU é hoje – e olhando para trás, chamar o Capitão América de “Primeiro Vingador” pode ser considerado um insulto a Tony Stark/Homem de Ferro.

Pouco depois de Hollywood ter obtido sucesso com adaptações de super-heróis como Homem-Aranha de Sam Raimi e a saga X-Men de Bryan Singer, a Marvel decidiu abrir seu próprio caminho começando com Homem de Ferro de Jon Favreau em 2008.

Esse foi o verdadeiro início do domínio da Marvel na indústria.


Mais de uma década e quase duas dezenas de filmes depois, o MCU é uma força a ser reconhecida, tendo conseguido vários lugares na lista dos filmes de maior bilheteria.

Muito disso é devido ao Homem de Ferro, cujo sacrifício em Vingadores: Ultimato é um momento que ainda traz lágrimas aos olhos dos fãs após assistir novamente. E isso só funcionou por causa dos anos gastos construindo o personagem até aquele momento.

Isso não quer dizer que as histórias ou momentos de outros heróis significassem menos, mas o MCU – e os Vingadores, aliás – não existiriam tematicamente ou literalmente sem o Homem de Ferro (ele estava pessoalmente apoiando as operações da equipe, financeiramente).

O primeiro contato de Nick Fury com forças de outro mundo aconteceu em Capitã Marvel, mas não foi até a introdução do Homem de Ferro em 2008 que ele apresentou um plano real para formar os Vingadores.

A inclusão do Homem de Ferro acabou levando outros a se juntarem, algo sugerido na cena pós-créditos de O Incrível Hulk, e ele se tornou um dos líderes do time (ao lado de Steve Rogers).

Mas apesar de liderar a equipe com o Capitão América, ele era a pessoa no comando que tomava conta de todos os aspectos da existência dos Vingadores. Tudo caiu sobre seus ombros, mesmo quando Capitão América abandonou suas funções em Capitão América: Guerra Civil.

O verdadeiro primeiro Vingador

O Capitão América foi um herói que lutou durante a Segunda Guerra Mundial, mas seus dias como herói ficaram para trás até que ele foi descoberto e descongelado do gelo décadas depois.

Naquela época, o Homem de Ferro privatizou com sucesso a paz mundial, e ele ocasionalmente trabalhou ao lado da SHIELD para manter essa paz. Visão reconheceu isso quando fez seu discurso em Guerra Civil sobre como o mundo mudou quando Tony Stark se revelou como o Homem de Ferro.

Cada herói e evento que veio antes do Homem de Ferro foram únicos, mas ele mudou tudo isso.

Mas, além das complexidades de quem se tornou o primeiro super-herói do mundo, o Capitão América pode ser considerado o primeiro Vingador quando o termo Vingador não foi cunhado até os anos 1990 (uma das numerosas mudanças de Capitã Marvel)?

Ele nem mesmo é o herói mais antigo da Marvel, já que Thor existe há muito mais tempo do que ele e é possível que os Eternos estejam na Terra há séculos. Mas, independentemente da cronologia do universo, o Homem de Ferro é responsável pelos Vingadores como uma equipe, na era moderna.

Claro, fazia sentido na época nomear o primeiro filme do Capitão América como “O Primeiro Vingador”, dada sua história nos quadrinhos, mas em retrospecto, essa designação pertence ao Homem de Ferro.

Robert Downey Jr. e Chris Evans se despediram de seus papeis como Homem de Ferro e Capitão América, respectivamente, em Vingadores: Ultimato. No Brasil, o filme da Marvel está disponível no Amazon Prime Video.