Antes de dar as costas à Hydra em Capitão América: O Soldado Invernal, Bucky Barnes, também conhecido como Soldado Invernal, foi responsável por matar muitas pessoas, podendo ter sido, inclusive, o assassino do presidente John F. Kennedy.

A morte de John F. Kennedy levou a uma série de teorias da conspiração e, naturalmente, histórias em quadrinhos, séries e filmes a abordaram.

A obra mais recente a fazer isso é a segunda temporada de The Umbrella Academy, que teve como pano de fundo o assassinato de Kennedy.


É fácil esquecer, mas no MCU realmente havia uma conspiração por trás do assassinato de Kennedy.

Em Capitão América: O Soldado Invernal, Steve Rogers olhou para fotos representando os assassinatos passados do Soldado Invernal. Uma das mais proeminentes mostrava as mortes de Howard e Maria Stark, montando o palco para Capitão América: Guerra Civil, onde Tony Stark descobriria como seus pais haviam morrido.

Mas, no fundo, também havia fotos do assassinato de Kennedy, o que implica claramente que ele foi morto pelo Soldado Invernal sob ordens da Hydra. Tudo isso levanta a questão: por que a Hydra iria querer John F. Kennedy morto?

Os historiadores adoraram tentar descobrir o que teria acontecido se Kennedy tivesse vivido. Ninguém sabe se ele venceria ou não as próximas eleições, mas, se assim fosse, o segundo mandato de Kennedy teria mudado os Estados Unidos.

Há alguma evidência de que Kennedy teria resistido à pressão para escalar o conflito com o Vietnã; de fato, um dia antes de viajar para Dallas, ele havia encomendado um estudo aprofundado de todas as opções militares possíveis, incluindo a retirada.

Enquanto isso, Kennedy estaria interessado em estabelecer uma aproximação com Cuba; ele acreditava que era necessário desescalar as tensões com Cuba, discordando da opinião de seus conselheiros militares.

No início dos anos 60, a Hydra estava sem dúvida trabalhando para causar o máximo de instabilidade possível, e isso faria de John F. Kennedy uma verdadeira ameaça aos seus objetivos de longo prazo.

O assassinato de John F. Kennedy no MCU

Mas a ameaça de John F. Kennedy poderia muito bem ter sido muito mais direta do que isso. Em Capitão América: Guerra Civil, há uma fotografia mostrando Peggy Carter com John F. Kennedy.

O início da SHIELD foi restrito aos Estados Unidos, e eles parecem ter desempenhado um papel fundamental na Guerra Fria. A fotografia de Kennedy parece ter sido um dos bens mais valiosos de Carter, sugerindo que eles trabalharam juntos de maneira particularmente próxima.

É possível que essa parceria estivesse próxima de descobrir a presença da Hydra. A Hydra era ativa na Rússia e nos Estados Unidos, e Kennedy tinha seus próprios canais para a União Soviética, o que poderia ter sugerido uma grande conspiração.

Bucky Barnes voltará na série Falcão e o Soldado Invernal no Disney+, e será interessante ver se o seriado lidará com sua história.

O mundo inteiro conhece o Soldado Invernal como um assassino, e ele certamente terá que conquistar as pessoas de alguma maneira. Talvez a Marvel se baseie em uma ideia dos quadrinhos, com o Soldado Invernal conduzindo assassinatos para o governo dos Estados Unidos, a fim de ganhar sua liberdade contínua.

Nesse caso, as conversas podem esclarecer alguns dos crimes que foram cometidos enquanto o Soldado Invernal era comandado pela Hydra – incluindo o assassinato de John F. Kennedy.

A série Falcão e o Soldado Invernal, da Marvel, chegaria ao Disney+ em agosto, mas teve sua produção interrompida em meio à pandemia de coronavírus. Agora, não há mais previsão de lançamento.