Tony Stark, o Homem de Ferro, tinha a vida quase perfeita no começo de Vingadores: Ultimato. O herói estava casado com Pepper Potts e era pai de Morgan.

O personagem até parecia em paz com tudo que aconteceu em Vingadores: Guerra Infinita. Tony Stark, em primeiro momento, parece recusar a proposta de tentar uma viagem no tempo com outros heróis da Marvel.

Depois, porém, ao ver uma foto dele e de Peter Parker, o Homem de Ferro mostra que esteve trabalhando em segredo. Tony Stark queria trazer os heróis da Marvel de volta.


Isso o motiva a voltar a trabalhar com os Vingadores. Mas, isso não deve ser confundido com o motivo do sacrifício do Homem de Ferro no final do filme.

Outra cena de Vingadores: Ultimato é que mostra o que pode ter feito o Homem de Ferro se matar para acabar com Thanos.

O sacrifício de Tony Stark

Na viagem no tempo para pegar as Joias do Infinito, Tony Stark e Steve Rogers, o Capitão América, param na década de 1970. É incrível como essa era muda toda jornada dos heróis.

Ali, o Capitão América vê a jovem Peggy Carter novamente. Enquanto isso, o Homem de Ferro encontra Howard Stark, o pai dele.

Howard está prestes a ir para casa já que a mãe do Homem de Ferro está grávida dele. Sem dizer quem é, Tony Stark acaba se entendendo com o pai dele.

Em Homem de Ferro 2, Tony Stark diz para Nick Fury que não lembra do pai dele ter demonstrado carinho na infância. Além disso, Howard seria “frio”.

Porém, o Homem de Ferro vê um pai completamente diferente nos anos de 1970. Possivelmente, entendendo tudo que Howard viria a passar depois.

Esse era o ponto que faltava para fechar completamente o arco do Homem de Ferro. Com isso, Tony Stark pode ficar em paz ao escolher se sacrificar na luta contra Thanos.

Vingadores: Ultimato está disponível na Amazon Prime Vídeo.