Alerta de spoilers!

Sol da Meia-Noite respondeu muitas questões que Crepúsculo deixou aos fãs há anos, dentre eles para onde Edward foi quando desapareceu repentinamente, após seu primeiro encontro com Bella.

A primeira vez que Edward e Bella se viram fez com que o cheiro da mortal despertasse o “lado animalesco” do vampiro. Edward considerou matar não somente ela, como todos os seus colegas de sala – a fim de não deixar testemunhas.

Ao perceber isso, ele lutou ao máximo para ater-se à sua humanidade. Em decorrência disso, Edward decidiu deixar Forks por um tempo, conforme revela o novo livro, Sol da Meia-Noite.


O romance mostra que ele se escondeu no parque nacional Denali, no Alaska, com o clã Denali, que os Cullen consideram primos.

Os Denali foram introduzidos em Eclipse, terceiro livro da saga Crepúsculo, no qual eles se recusam a ajudar os Cullen a lutar contra Victoria. Eles aparecem novamente para lutar ao lado dos Cullen contra os Volturi em Amanhecer.

Amor não correspondido

Sol da Meia-Noite ainda revela que um dos Denali, Tanya, gostava de Edward e que ela chegou até a pensar que eles acabariam juntos.

Tanya acreditou que Edward havia decidido corresponder seus sentimentos e, embora ele tenha dito que esse não era o caso, ela continuou a ir atrás dele.

A vampira eventualmente entende a situação e convence Edward a retornar a Forks para enfrentar seus problemas. Com isso, ele volta para a cidade e o procede a conhecer Bella.

Esse e muitos outros detalhes podem ser encontrados em Sol da Meia-Noite, que reconta os eventos de Crepúsculo sob ponto de vista de Edward Cullen.

Sol da Meia-Noite, novo livro da saga Crepúsculo, já está disponível nas livrarias.