Por Pennywise assumir a forma de um palhaço na história de It: A Coisa, muitos fãs acham saber qual seria a inspiração do vilão. Os leitores e espectadores apontam para o Coringa do Batman.

Porém, a verdade é outra. Stephen King teve a ajuda de outros personagens para dar vida ao famoso vilão de It: A Coisa.

Em primeiro lugar, o autor se inspirou no conto dinamarquês de Os Três Cabritos Rudes para escrever It: A Coisa. Nessa fábula, os animais enganam um troll para cruzar uma ponte.


Para compor a história, King, como conta no próprio site, percebeu que tinha que escrever sobre esse troll. Assim, pensou nele como um alien maligno que chega à Terra.

Depois, nos anos 1990, Pennywise ganhou versão em live-action. A aparência ganhou comparações com o Coringa, outro famoso palhaço.

Mas, novamente, a inspiração para o vilão foi outra. O maquiador Barton Mixon, que trabalhou na minissérie de It: A Coisa, usou a adaptação de 1925 de O Fantasma da Ópera para criar o visual.

Além desses segredos, há um outro específico sobre a versão do filme de It: A Coisa. Essa os fãs também acharam que tinha uma ligação com o Coringa de Heath Ledger. Será?

Coringa de Heath Ledger é a inspiração?

Os fãs pensam que o Pennywise de Bill Skarsgård tem a interpretação baseada no Coringa de Heath Ledger, que aparece em Batman: O Cavaleiro das Trevas. Até por isso, espectadores pedem o ator de It: A Coisa no papel da DC.

Porém, para o Digital Spy, o ator negou o fato. Skarsgård acredita que o Coringa e Pennywise são diferentes na essência.

“Eu acho que o Coringa é mais baseado na realidade. O Coringa é esse anarquista social, uma pessoa maluca, e não vejo Pennywise da mesma forma. Ele não é nem humano, ele é simplesmente o puro mal”, destacou o famoso.

Com isso, por mais que os fãs tentem, Pennywise não tem ligações com o Coringa da DC.

Os fãs podem ver a história do palhaço de Stephen King em It: A Coisa e It: Capítulo 2. Os filmes estão disponíveis em plataformas digitais.