Tony Stark foi o homem que começou tudo no cinema para o MCU. Em 2008, a Marvel queria criar um universo compartilhado, e o personagem em que apostou foi um sucesso instantâneo, já que Homem de Ferro se tornou a espinha dorsal dos primeiros 11 anos de filmes do MCU.

Em 2019, Tony ajudou a mudar tudo sobre o Universo Marvel e depois morreu como herói. Com sua morte, um buraco gigante se abriu no MCU que será quase impossível de preencher, no entanto, seu legado continuará.

Muitas pessoas acreditam que o legado de Tony é seu trabalho como Homem de Ferro, e que quem assumir esse papel será aquele que carregará a tocha. Rhodey já está com um dos trajes como Máquina de Combate, e se Riri Williams entrar no MCU, ela também poderá assumir o desafio como Coração de Ferro.


No entanto, não é essencial encontrar alguém para substituir o Homem de Ferro, já que seu legado vai além do que ele fez na armadura. O legado de Tony está nos jovens que ele ajudou ao longo dos filmes: Peter Parker, Harley Keener e Morgan Stark.

Legado com jovens

Harley é o garoto que Tony conheceu em Homem de Ferro 3. Ele era uma criança no Tennessee que vivia com sua mãe solteira e trabalhadora e tinha uma mente perspicaz.

Quando Jarvis assumiu e levou Tony para a segurança após o ataque da AIM, ele pousou no Tennessee. Tony precisava de um lugar para se esconder e Harley estava lá para ajudá-lo, então Tony estava lá para Harley também.

Harley estava em uma situação difícil, com valentões agredindo-o. Foi seu relacionamento com Tony, e indiretamente com o Homem de Ferro, que o ajudou a superar suas inseguranças e se descobrir.

No final, Harley ajudou Tony a colocar sua cabeça no lugar certo graças à lógica básica da infância. Tony mais tarde retribuiu a bondade de Harley com um galpão cheio de tecnologia para ajudar o jovem a realizar qualquer coisa que sua mente pudesse inventar.

Enquanto seu tempo foi curto juntos, Harley compareceu ao funeral de Tony em Vingadores: Ultimato para homenagear o homem que deixou uma marca significativa em sua vida.

Peter já era um super-herói antes de conhecer Tony como o Homem-Aranha, que impedia crimes menores e muitas vezes se via em conflito com a autoridade. Apesar de seus superpoderes, Peter nunca foi autoconfiante, independentemente das piadas e insultos que ele lançava aos vilões.

Parte disso vem de não ter uma figura paterna e culpar a si mesmo pela perda de seu tio Ben, mas então Tony interveio.

A única coisa que o MCU deu a Peter que nenhum outro filme lhe forneceu foi uma figura paterna na forma de Tony. Muito parecido com Harley, Peter precisava de alguém para pressioná-lo a atingir seu potencial máximo.

Em Homem-Aranha: Longe de Casa, Peter disse que não sabia como continuar sem Tony, mas provou que o que Tony lhe deu em seu curto tempo juntos era o suficiente, fazendo de Peter um herói ainda melhor.

Tony nunca teve um pai em sua vida. Mesmo quando Howard Stark estava vivo, ele tinha pouco tempo para Tony e estava sempre trabalhando.

Já adulto, sem querer, o próprio Tony se tornou a figura paterna de que precisava para Peter e Harley, vendo muito de si mesmo nos dois meninos. O homem que nunca teve um pai tornou-se um para dois filhos que precisavam de um, e então ele se tornou um para sua própria filha, Morgan.

Depois que Thanos destruiu metade da humanidade, Tony escolheu ser um pai para sua filha ao invés de mergulhar na tentativa de salvar o mundo novamente. Ser o melhor pai para sua filha é sua própria forma de heroísmo.

Quando chegou a hora, Tony voltou à sua identidade de super-herói como Homem de Ferro, e desta vez deu sua vida para salvar o mundo e sua filha, mas antes de sua morte, ele fez algo que seu pai nunca fez. Ele deu à sua filha uma figura paterna, ensinando-lhe o que significa ser um herói e um pai amoroso.

Tony era atrevido, impetuoso, autoconfiante, arrogante e egoísta às vezes, mas ele era um herói no MCU que deixou uma grande marca. No entanto, o verdadeiro legado de Tony é o que ele significava para as pessoas que ajudou, como esses três jovens.

Todos eles precisavam de alguém para se admirar, e ele lhes deu a confiança de que precisavam. O que Tony fez por Harley, Peter e Morgan é tão importante, se não mais, quanto o que ele fez como um super-herói com armadura.

Robert Downey Jr. deixou o papel de Homem de Ferro em Vingadores: Ultimato. No Brasil, o filme da Marvel está disponível no Amazon Prime Video.