Ainda que a moradia de vidro dos Cullen chame mais atenção em Crepúsculo, é a casa de Bella Swan que traz alguns dos momentos mais icônicos da franquia, incluindo o primeiro beijo da protagonista e Edward. O que nem todos sabem é que essa casa existe de verdade.

Amber e Dean Neufeld compraram a propriedade em 2018 e a restauraram para ficar idêntica aos filmes de Crepúsculo. O casal oferece visitas pessoais e virtuais por 25 dólares.

Para passar uma noite no local, o valor cobrado é de US$ 350 a 450. Agora, a visita pode acontecer virtualmente através do Zoom, permitindo que os fãs conheçam melhor o local sem ter de viajar para o estado de Oregon, nos EUA.


Para permanecer na casa, os donos pedem por uma reserva antecipada de 12 meses, o que não é tão surpreendente, considerando a quantidade de fãs de Crepúsculo, mesmo hoje em dia.

O interesse pela saga foi despertado, após anos em hibernação, em razão do novo livro Sol da Meia-Noite, que reconta os eventos de Crepúsculo sob o ponto de vista de Edward.

O vídeo, abaixo, apresenta a experiência de visitar a famosa casa.

Críticas a Crepúsculo

Crepúsculo consegue ser amado e desprezado ao mesmo tempo, dividindo o público desde o lançamento dos livros e filmes. O assunto está em alta novamente em razão do lançamento de Sol da Meia-Noite, que reconta os eventos do primeiro romance sob o ponto de vista de Edward. Com isso, muitos têm criticado a personagem Bella.

Para muitos leitores, Bella não é um bom exemplo para os leitores jovens adultos e esse argumento ganhou força novamente com o novo livro da série. De fato, Bella praticamente faz sua vida girar em torno de Edward, por outro lado ela acaba se tornando uma vampira poderosa e imortal.

Agora, a própria autora, Stephenie Meyer, compartilhou sua opinião sobre o assunto (via Cinemablend).

“Há pessoas que acham que a Bella não é um grande exemplo para uma jovem garota. E acho que há elementos – sim, você não deveria ficar tão fixada um garoto”, disse a autora de Crepúsculo.

Se é uma criatura fantasiosa, que não existe, então vai em frente, você tem minha permissão. Se é um garoto humano normal, então, é, vai com calma. Trata-se de um livro de fantasia, ambientado em um mundo que não é real, mas acho que é algo bom para as garotas pensarem tipo, ‘eu sei o que eu quero e não tenho medo de ir atrás disso’”, concluiu Stephenie Meyer.

O novo livro de Crepúsculo, Sol da Meia-Noite, já está disponível para a compra.