Monstros S.A. seguiu Sulley (John Goodman) e Mike (Billy Crystal) enquanto trabalhavam na empresa do título, que obtinha energia assustando crianças humanas. Enquanto vivia em Monstropolis, a dupla foi levada a acreditar que as crianças eram criaturas perigosas.

Essa crença mudou quando uma garotinha chamada “Boo” entrou sorrateiramente no mundo dos monstros, e Sulley jurou levá-la de volta para casa em segurança.

Com a ajuda de Mike, a dupla evita a Agência de Detecção de Crianças, enquanto altera essencialmente a percepção quando se trata da relação entre os dois mundos muito diferentes.


Até o final de Monstros S.A., Boo voltou para casa e Sulley foi nomeado CEO da empresa depois de perceber que o riso humano era mais valioso do que o medo.

Mesmo com a porta de Boo destruída, Mike conseguiu juntar as peças para que Sulley pudesse visitar a jovem mais uma vez antes que os créditos rolassem.

Pouco depois, o Circle 7 Animation foi contratado para começar a trabalhar em uma sequência, e uma arte conceitual chegou ao YouTube já em 2011.

A sequência, que teria o título “Monstros S.A. 2: Perdidos no Paraíso dos Sustos”, foi abandonada quando o Circle 7 Animation foi encerrado em 2006.

Detalhes da sequência cancelada

De acordo com uma análise do enredo (via Screen Rant), a sequência cancelada de Monstros S.A. teria começado mais de um ano depois do filme original, quando a porta consertada de Boo foi colocada na área de arquivo.

Devido ao seu vínculo único, Sulley não conseguiu deixar Boo, então Mike marcou uma visita no aniversário de Boo.

Quando eles chegaram pela porta, eles encontraram uma velha roncando na sala, levando-os a sair no mundo humano para encontrar Boo. Com o tempo, eles percebem que as portas não estavam conectadas a armários específicos, mas, em vez disso, eram portas de entrada para determinadas pessoas.

O tempo passava muito mais rápido no mundo de Boo, então, na realidade, ela era aquela velhinha ligada a máquinas de hospital. Quando Sulley e Mike perceberam esse fato, eles teriam visitado Boo novamente, e antes que ela morresse, a personagem teria reconhecido seu amigo azul peludo.

Por mais tocante que a reunião pareça, a história parece um pouco sombria para todo o foco do filme. A Pixar não se esquiva de material de partir o coração, mas esse arco teria sido uma revelação difícil de aceitar.

Os planos originais da sequência de Monstros S.A. podem ter sido descartados, mas um novo tipo de continuação será lançado em um futuro próximo. Além de Universidade Monstros, a história de Sulley e Mike está se expandindo com o derivado do Disney+, Monsters at Work.

Definida para ir ao ar no início de 2021, a série seguirá os dois personagens principais não muito depois dos eventos do filme de 2001. No momento, não há indicações de que incluirá histórias de partir o coração.

Monstros S.A. estreou nos cinemas em 2001. O filme foi um sucesso de crítica e de público.