Há poucas garantias na vida como a garantia de um filme de Piratas do Caribe estrelado por Johnny Depp ser um sucesso de bilheteria. As múltiplas reviravoltas de Depp como Jack Sparrow deixaram os fãs se divertindo e comprando ingressos, com cada filme arrecadando muito dinheiro na bilheteria.

Mas você sabia que a Disney quase demitiu Depp do filme original da saga? Pelo que Depp disse que ouviu mais tarde, teria sido por um motivo um tanto constrangedor.

Johnny Depp é uma das maiores e procuradas estrelas de Hollywood há mais de 30 anos. Uma coisa pela qual Depp é conhecido é sua habilidade camaleônica de se transformar para uma variedade de papeis.


No início de sua carreira, ele estrelou o drama Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador, mas também interpretou o peculiar personagem principal em Edward Mãos de Tesoura.

Ele interpretou quase todo tipo de personagem que alguém pode interpretar desde então, incluindo: o excêntrico Willy Wonka, o Chapeleiro Louco de Alice no País das Maravilhas, o mafioso Whitey Bulger, o traficante de drogas George Jung, a voz de um lagarto de desenho animado em Rango e o malvado mago Grindelwald no universo de Harry Potter.

É claro que Depp tem um alcance tremendo. Ele foi capaz de interpretar uma mistura incrivelmente eclética de personagens. Johnny Depp também liderou alguns filmes de muito sucesso e até mesmo algumas franquias. Nenhuma dessas franquias foi mais bem-sucedida do que Piratas do Caribe.

Na franquia Piratas do Caribe, Depp estrela como Jack Sparrow. Baseando seu personagem no guitarrista dos Rolling Stones, Keith Richards, Sparrow é um pirata beberrão e desmiolado que ainda tem uma sólida bússola moral.

As aventuras de Sparrow o colocam em contato com todos os tipos de personagens, bons e maus.

Muitos personagens parecem ter uma história com Sparrow, pois na maioria das vezes não ficam felizes em vê-lo novamente. Johnny Depp interpreta Sparrow com uma fisicalidade quase como a de Buster Keaton. Ele também tem o espírito problemático do Pernalonga.

Tudo isso faz com que Sparrow seja um dos personagens mais memoráveis ​​de uma franquia de sucesso na história recente.

Os filmes de Piratas do Caribe foram todos grandes sucessos. De acordo com o Box Office Mojo, nenhum dos cinco longas da série arrecadou menos de US$ 172 milhões nos Estados Unidos. O filme de maior bilheteria foi o segundo filme da saga, Piratas do Caribe: O Baú da Morte, que arrecadou US$ 423 milhões somente em território norte-americano.

Enquanto os filmes apresentam muitos personagens divertidos, ação empolgante e cenários brilhantemente filmados, não há dúvida de quem é a força singular mais responsável por seu sucesso. O personagem de Depp é quem as pessoas sempre voltam para ver.

Embora seja difícil imaginar alguém além de Depp no ​​papel do Capitão Jack, os executivos da Disney quase o demitiram do papel. Piratas do Caribe é agora considerado um sucesso. Mas antes do lançamento do primeiro longa-metragem, alguns executivos da Disney estavam preocupados com a interpretação de Sparrow de Johnny Depp.

Executivos incomodados

O então CEO da Disney, Michael Eisner, em particular, estava confuso. Em entrevista divulgada pela E! Online, Depp disse que quase o demitiram por tornar o personagem muito “gay”.

“Sim, eles queriam me demitir… Me disseram que Michael Eisner, o ex-CEO da Disney, fez algum tipo de reclamação. Ele disse algo como: ‘Johnny Depp está arruinando o filme! Ele está bêbado? Ele é gay?’ Então, eu esperava ser demitido.”

Johnny Depp se inclinou para as críticas, dizendo aos executivos que todos os seus personagens eram gays. Claro, ele não foi dispensado, e tanto a Disney quanto Depp ganharam muito dinheiro com isso.

Isso só mostra que os executivos de Hollywood que se julgam criativos provavelmente deveriam deixar a produção de filmes para os artistas. Além disso, o que há de errado se o Capitão Sparrow fosse gay?

A Disney está desenvolvendo dois novos filmes de Piratas do Caribe, mas os projetos não apresentam conexão direta entre si. Não se sabe se Johnny Depp vai retornar como Jack Sparrow em um desses longas.