Fã segue orientação de O Dilema das Redes e algo estranho acontece

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O documentário O Dilema das Redes, da Netflix, explora um outro lado das redes sociais. O filme mostra como as plataformas trabalham para manter todos os usuários conectados nelas.

Entre os entrevistados, profissionais que trabalharam em redes sociais, uma recomendação surgiu. A dica era de que os usuários desligassem as notificações dos aplicativos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Isso seria uma maneira de diminuir o uso nos smartphones. Como é visto em O Dilema das Redes, as notificações são formas de sempre chamar atenção dos usuários para as redes sociais e aplicativos.

Uma fã decidiu seguir a recomendação vista no documentário da Netflix. Ela desligou quase todas as notificações do celular dela.

Porém, Georgia Spinall, jornalista do Grazia, relatou que algo estranho começou a acontecer a partir do momento que ela fez isso.

Situação estranha foi notada

A jornalista, que diz estar conectada com o mundo digital desde os 12 anos – além de escrever sobre ele, conta que desligou muitas notificações após ver O Dilema das Redes. Além disso, parou de ver as sugestões enviadas pelo Youtube.

Mesmo conhecendo as técnicas usadas pelas redes sociais, Georgia disse ter acordado após ver o documentário da Netflix.

Porém, como descreve, a vida dela passou a ficar parecida com a de Ben. Ele é o personagem da dramatização do documentário. O garoto fica preso a essas estratégias e começa a se transformar pelo consumo sem limites dos conteúdos sugeridos.

A dramatização representa isso trazendo três pequenos homens dentro de uma sala de comando. Toda vez que Ben parava de usar o celular, eles colocavam em prática as ações para o garoto voltar.

Georgia afirma que se sentiu da mesma forma quando o celular dela começou a trazer notificações diferentes, de aplicativos que ela nem lembrava.

“Meu telefone ficou em silêncio por um tempo. Até que parou. De forma aleatória, um aplicativo de edição que eu não lembrei que tinha começou a me mandar notificações sobre suas novas opções todos os dias. ‘Wow, os pequenos homens estão se desesperando’, eu pensei ao voltar e desligar mais notificações no smartphone”, escreveu a jornalista.

Georgia conta que deixou apenas notificações do Google, WhatsApp e Snapchat. Mas, a partir do momento que só esses três ficaram, os aplicativos começaram a agir de forma diferente.

“Google, que geralmente só me enviava notificação sobre os jogos do Liverpool, começou a me mandar informações sobre todos os esportes. Times que nunca ouvi ou resultados que nunca procuraria no Google”, contou a jornalista.

No fim da experiência, Georgia se sentia como em O Dilema das Redes. Realmente parecia que uma sala de comando estava tentando fazer de tudo para ela ficar no celular.

“‘Honestamente, pequeno cara, isso é vergonhoso’, eu zombei, apenas para dizer aos meus amigos como é terrível ver a dramatização de O Dilema das Redes – que é um pouco excessiva – na vida real”, destacou a fã da Netflix.

No fim, Georgia reforça algumas dicas com uma especialista. Entre elas, além de desativar as notificações do smartphone, passar mais tempo com pessoas quando for possível e deixar o aparelho em outro cômodo quando se estiver aproveitando alguma outra atividade.

“Especialistas em tecnologia e profissionais da área fazem um alerta: as redes sociais podem ter um impacto devastador sobre a democracia e a humanidade”, afirma a sinopse de O Dilema das Redes na Netflix.

O Dilema das Redes está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio