Lindinhas é um longa-metragem que chega à Netflix no meio de uma situação para lá de curiosa.

O filme francês foi exibido pela primeira no Festival Sundance de Cinema, sendo muito elogiado. A Netflix rapidamente se interessou pelo projeto e o adquiriu para uma distribuição internacional.

No entanto, o marketing que a Netflix fez em torno de Lindinhas se tornou incrivelmente negativo.


Para promover o longa, o serviço de streaming divulgou um cartaz que mostrava as personagens principais com roupas bastante reveladoras, em “posições sexy”. A Internet ficou chocada, já que eram apenas crianças.

A polêmica foi tão grande que a Netflix removeu o cartaz de todos os lugares e emitiu um pedido de desculpas.

Porém, não parou por aí. Não satisfeitos, internautas começaram campanhas para que Lindinhas fosse banido da Netflix, já que sua história supostamente era “inapropriada” e sexualizava crianças.

Na trama em questão, Amy, de 11 anos, mora com a mãe, Mariam, e o irmão mais novo, esperando que o pai volte para a família vindo do Senegal. Amy está fascinada pela desobediente equipe de dança da vizinha Angélica chamada “Lindinhas”, um grupo que contrasta fortemente com os valores tradicionais profundamente arraigados de Mariam.

Implacável pela demissão inicial das garotas e ansiosa para escapar da disfunção de sua família, Amy, por meio de uma consciência de sua feminilidade crescente, impele o grupo a abraçar com entusiasmo uma rotina de dança cada vez mais ousada, despertando a esperança das garotas de consolidar seu caminho para o estrelato em um concurso de dança local.

O que os assinantes da Netflix realmente querem saber é: Lindinhas é mesmo tão polêmico? Ou será que a Internet pode ter exagerado um pouco?

A recepção

O Decider escreveu uma crítica positiva para Lindinhas em que lamentou que o marketing da Netflix tenha trago tanta negatividade para o filme, já que o longa lida bem com seus temas e, na verdade, faz críticas à sexualização de crianças. De acordo com o site, amadurecimento é outro tópico importante de Lindinhas.

Atualmente, o filme da Netflix conta com 88% de aprovação com os críticos no Rotten Tomatoes, o que é bem positivo.

No Metacritic, a nota média é de 68, configurando “críticas geralmente favoráveis”. Por outro lado, as notas do público para Lindinhas em agregadores estão sendo péssimas, o que reflete o boicote que o filme vem sofrendo na Internet.

Lindinhas teve direção da cineasta francesa Maïmouna Doucouré e já está disponível na Netflix.