A Netflix é o principal serviço de streaming no mundo e, portanto, grande parte de seu conteúdo é original.

Novos filmes e séries originais da Netflix são lançados todas as semanas, com foco em diferentes públicos. Mas existe um lado negativo na adição frequente de novo conteúdo.

Muitas vezes, parece que a Netflix não se importa com nada além de quantidade, investindo em produções de qualidade bem duvidosa.


Isto traz até consequências negativas para um bom conteúdo. Isto porque, em meio a uma chuva de novas adições, filmes e séries que valem a pena podem acabar sendo esquecidos rapidamente.

Fãs de terror esperam que isto não aconteça com Estou Pensando em Acabar com Tudo, novo filme da Netflix.

Na trama deste terror psicológico, Cindy (Jessie Buckley) viaja para conhecer os pais de seu namorado, Jake (Jesse Plemons). No entanto, ela rapidamente percebe que a família não é exatamente normal e é forçada a confrontar o fato de que a viagem não será como ela imaginava.

Estou Pensando em Acabar com Tudo foi baseado num livro de Santiago Nazarian e teve direção de Charlie Kaufman.

Kaufman é mais conhecido por seu trabalho como roteirista em Hollywood. Ele chegou a vencer o Oscar de Melhor Roteiro Original por Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, drama com Jim Carrey e Kate Winslet.

Ótima recepção

Os críticos já estão chamando Estou Pensando em Acabar com Tudo de “melhor filme de terror da Netflix” e, no Rotten Tomatoes, o índice de aprovação é de 83%, até o momento.

Já no Metacritic, Estou Pensando em Acabar com Tudo conta com uma pontuação de 78 de média. É uma ótima recepção, para dizer o mínimo.

Resta saber se o público responderá tão bem a Estou Pensando em Acabar com Tudo quanto a crítica.

Estou Pensando em Acabar com Tudo já está disponível na Netflix. Além de Jessie Buckley e Jesse Plemons, o elenco também conta com Toni Collette e David Thewlis.