Baseada na série de livros de E.L. James, 50 Tons de Cinza se tornou uma bem sucedida franquia no cinema, com o primeiro filme lançado em 2015 e protagonizado por Jamie Dornan e Dakota Johnson.

50 Tons de Cinza conta a história de Anastasia Steele, uma jovem e inocente jornalista que é introduzida ao mundo do sadomasoquismo pelo bilionário sexy Christian Grey, vivido por Dornan.

Recentemente a Netflix disponibilizou o terceiro e último capítulo da trilogia, 50 Tons de Liberdade. O filme fez muito sucesso com o público e se estabeleceu como um dos mais assistidos da plataforma.


Uma das cenas do longa, no entanto, não deve ser repetida em casa! Confira abaixo.

A cena do sorvete

Em uma cena memorável de 50 Tons de Cinza, Christian Grey aparece comendo sorvete junto com Anastasia. A clima rapidamente esquenta e o protagonista começa a mover a colher de sorvete em direção às partes íntimas da personagem de Dakota Johnson.

O personagem muda a intenção de seu ato no último momento, escolhendo lambuzar as coxas de Anastasia com o sorvete, lambendo a sobremesa logo em seguida.

Depois, o personagem faz sexo oral em Anastasia, ainda com sorvete em sua área privada.

A cena intrigou muitos espectadores, e por isso a revista Variety fez uma entrevista com uma ginecologista. A grande pergunta era: repetir essa cena em casa pode causar danos à saúde?

“Para começar, gostaria de dizer que esse caso específico nunca foi objeto de um estudo científico. Mas em geral, não é bom colocar comida dentro da vagina. Teoricamente, isso pode alterar a flora normal e causar uma infecção. Afinal de contas, sorvete é feito com leite e açúcar, duas coisas que não existem na vagina”, afirmou a ginecologista consultada.

Na entrevista, a médica também foi perguntada se alguma comida pode ser inserida sem riscos à saúde ginecológica.

“Você pode colocar uma comida que não interage com a flora vaginal original. Por exemplo, uma banana não descascada pode ser segura. Um pepino também pode ser potencialmente seguro, mas você tem que tomar cuidado para ele não quebrar lá dentro”, contou a profissional.

50 Tons de Liberdade está disponível na Netflix.