A ação da franquia Velozes e Furiosos levou à destruição de mais de mil carros. Embora a série tenha se tornado mais orientada a espiões, com histórias que envolvem agências secretas e hackers famosos em todo o mundo, o foco ainda está nos carros.

Claro, não se trata mais de corridas de rua, mas os carros novos (e clássicos) ainda estão na vanguarda de todos os filmes.

Os primeiros filmes de Velozes e Furiosos focavam principalmente em carros esportivos, carros que haviam sido preparados para corridas de rua. Mas os filmes após a reinicialização suave de 2009, que se tornaram cada vez mais bem-sucedidos, tiveram a inclusão de supercarros, clássicos e muito mais.


Embora a Universal Pictures hesite em destruir esses carros, isso não significa que outros veículos não tenham sido esmagados, explodidos ou quebrados.

As companhias de seguros costumam usar filmes como a série Velozes e Furiosos como treinamento para seus atuários para determinar perdas. Elas assistem a todos os filmes, controlam cuidadosamente os veículos danificados e destruídos e atribuem um valor.

Com base na pesquisa da seguradora britânica Insure the Gap, o total de carros destruídos em cada filme de Velozes e Furiosos é o seguinte:

  • Velozes e Furiosos: 78 carros.
  • + Velozes + Furiosos: 130 carros.
  • Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio: 249 carros.
  • Velozes e Furiosos 4: 190 carros.
  • Velozes e Furiosos 5: 260 carros.
  • Velozes e Furiosos 6: 350 carros.
  • Velozes e Furiosos 7: 230 carros.

Total de carros destruídos

O total até agora é de 1.487 carros destruídos. Esse total não inclui carros destruídos fora da tela e só passa por sete capítulos, já que Velozes e Furiosos 8 não foi incluído.

Além disso, Velozes e Furiosos 9 ainda não foi lançado. Mas os números do oitavo filme podem ser exagerados com base em outras informações.

Segundo a CNBC, mais de 300 carros foram usados ​​nas filmagens de Velozes e Furiosos 8. A maioria desses foram “carros zumbis” que foram destruídos até o segundo ato.

Até agora, a contagem está perto de 1.800 carros.

O carro mais caro destruído foi um W Motors Lykan Hypersport, avaliado em US$ 3,5 milhões, que foi destruído quando os personagens principais levaram o carro pela janela de um prédio em Abu Dahbi e o colidiram com um prédio próximo. Várias cópias do icônico Dodge Charger de Vin Diesel também foram destruídas.

Então, com Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw, que bateu um Corvette em um Volvo V06 como parte de sua contagem, o total continua subindo.

É uma aposta certa, porém, que o total na tela subirá facilmente para mais de 2.000 carros destruídos com Velozes e Furiosos 9. Com este próximo capítulo da saga Velozes e Furiosos, o diretor Justin Lin fará todos os esforços e elevará o valor total da destruição para quase um bilhão de dólares.

Mas os fãs terão que esperar até 2021, já que o surto de coronavírus forçou o adiamento do filme.

Velozes e Furiosos 9 chegará aos cinemas em abril de 2021.