A Warner Bros respondeu as recentes graves acusações de Ray Fisher, intérprete do Ciborgue em Liga da Justiça, especialmente aquelas ligadas à conduta de executivos da DC Films.

O estúdio está negando as acusações de Fisher de que Walter Hamada, chefe da DC FIlms tentou usar cineastas de bode expiatório para que a culpa da forma como o Ciborgue fosse retratado no filme não caísse em Geoff Johns, executivo da DC.

O estúdio ainda disse que Ray Fisher não cooperou com a investigação interna que eles lançaram após tais acusações.


Anteriormente, Fisher acusou Joss Whedon, diretor que substituiu Zack Snyder em Liga da Justiça, de comportamento emocionalmente abusivo no set do filme. Mais recentemente, o ator fez as acusações contra os produtores, envolvendo Geoff Johns e o presidente da DC Films.

“Depois de falar sobre Liga da Justiça, eu recebi uma ligação do Presidente da DC FIlms, na qual ele tentou jogar Joss Whedon e [o produtor] Jon Berg debaixo do ônibus, para que eu pegasse mais leve com Geoff Johns. Eu não vou pegar mais leve”, disse Fisher (via Variety).

A resposta da Warner

Já a Warner liberou a declaração negando todas essas acusações.

“Em momento algum o Sr. Hamada ‘jogou alguém debaixo do ônibus’, como o Sr. Fisher alegou falsamente, ou fez algum julgamento sobre a produção de Liga da Justiça, na qual o Sr. Hamada não teve envolvimento, visto que as gravações aconteceram antes do Sr. Hamada ser promovido para sua atual posição”, diz a declaração.

“A WarnerMedia lançou uma investigação para averiguar as preocupações que ele levantou sobre a retratação de seu personagem. Não satisfeito, o Sr. Fisher insistiu que a WarnerMedia contratasse um investigador de fora. Esse investigador tentou várias vezes se encontrar com o Sr. Fisher para discutir suas preocupações, mas, até agora, o Sr. Fisher negou falar com o investigador”.

“A Warner Bros. Permanece comprometida com o bem estar de todo elenco e equipe em suas produções. Também permanece comprometida em investigar qualquer alegação específica com credibilidade sobre má-conduta, o que o Sr. Fisher falhou em entregar”.

Ray Fisher retornará como o Ciborgue na versão do diretor de Liga da Justiça, que traz no elenco, também, Henry Cavill (Superman), Ben Affleck (Batman), Gal Gadot (Mulher-Maravilha), Jason Momoa (Aquaman) e Ezra Miller (Flash).

A Liga da Justiça de Zack Snyder chega em 2021 no HBO Max.