Astro de Velozes e Furiosos é inspiração para ESTE herói da Marvel

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vin Diesel (Velozes e Furiosos) é conhecido por dublar o verbalmente limitado Groot nos filmes de Guardiões da Galáxia e nos crossovers com os Vingadores, mas ele também inspirou a adaptação de Drax, o Destruidor, de James Gunn, antes de ser escalado como a árvore falante.

Os Guardiões da Galáxia passaram por um grande número de variações nos quadrinhos, com diversos membros da equipe que vão do Homem de Ferro a Cosmo, o Cão Espacial.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A formação mais famosa, no entanto, é a popularizada pelo MCU, composta por Senhor das Estrelas (Chris Pratt), Gamora (Zoe Saldana), Rocket Raccoon (Bradley Cooper), Mantis (Pom Klementieff), Groot (Vin Diesel) e Drax (Dave Bautista).

Drax foi um personagem particularmente diferente na maior parte de sua história em quadrinhos. Ele foi apresentado em 1973 como um super-herói voador, atirador de energia, tocador de saxofone e com uma capa.

Sua identidade original é Arthur Douglas, um agente imobiliário humano que foi morto por Thanos, junto com sua esposa e filha, quando o Titã Louco os encontrou no deserto de Mojave.

O pai de Thanos, A’lars, buscou a ajuda de seu pai, Kronos, para transferir a alma de Arthur para um corpo humanoide como uma espécie de arma reserva no caso de a sede de Thanos por poder sair do controle. Assim Drax, o Destruidor, nasceu.

Tanto Groot quanto Drax passaram por mudanças drásticas em relação às suas origens nos quadrinhos. Evidentemente, o astro de Velozes e Furiosos foi uma grande influência para a visão reformulada de Groot por James Gunn. Mas o ator também teve uma participação na reinvenção em live-action de Drax.

Inspiração para Drax

Quando o MCU alcançou extravagância cósmica suficiente com os primeiros dois filmes de Thor e Os Vingadores, estava pronto para mergulhar em cantos mais distantes do universo.

No entanto, a maioria das histórias dos Guardiões da Galáxia dos quadrinhos ainda eram muito extravagantes para uma adaptação precisa.

Então, o chefão da Marvel, Kevin Feige, e o diretor James Gunn precisavam encontrar um equilíbrio entre uma inovação revolucionária para as próximas fases do MCU e uma interpretação mais familiar do gênero de ficção científica para manter os primeiros Guardiões da Galáxia amigáveis ​​para novos públicos.

Embora não seja uma fonte direta de inspiração para o filme, a franquia As Crônicas de Riddick transformou seu protagonista nada excepcional em uma estrela de ação, que é o que Drax precisava reproduzir com a mesma eficácia que os quadrinhos fizeram.

O filme de terror e ficção científica de 2000, Eclipse Mortal, pode não ser o título mais elogiado de todos os tempos, mas seu forte culto o ajudou a gerar uma franquia de sucesso considerável que consiste em sequências em live-action, curtas-metragens, jogos e quadrinhos.

Como o nome da franquia As Crônicas de Riddick sugere, sua história gira em torno do anti-herói Riddick (Vin Diesel), o último sobrevivente de uma raça guerreira equipada com olhos artificialmente aprimorados e uma tendência para lutas com punhais gêmeos.

Além das semelhanças estéticas com Drax, Riddick também começa como um prisioneiro em uma nave de transporte que cai no deserto.

Riddick conseguiu pegar uma interpretação bastante convencional de um anti-herói durão e transformá-lo em um personagem memorável.

Em vez de suas complicadas – e às vezes inexplicáveis ​​- ressurreições dos quadrinhos da Marvel, Drax poderia facilmente se inspirar na performance de Vin Diesel como Riddick para evitar sua forma humanoide com capa original e explorar sua personalidade moderna sedenta por sangue.

Claramente, foi uma decisão frutífera.

A Marvel está desenvolvendo Guardiões da Galáxia Vol. 3. Uma data de lançamento ainda não foi anunciada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio