Robert Downey Jr. já enfrentou problemas com drogas e bebidas, mas felizmente conseguiu se livrar dos vícios. Agora, ele falou sobre ter irritado Jodie Foster ao ter atuado drogado em Feriados em Família, dirigido por ela.

O astro de Vingadores revelou sobre esse caso em entrevista a David Letterman, expondo toda a situação das gravações de Feriados em Família.

“Eu chamo de ‘a atuação mais relaxada da história do cinema’. Jodie Foster me dizia, ‘bem, você se deu bem nessa cena, eu não tentaria isso outra vez apenas porque somos uma equipe clemente’”, disse o intérprete do Homem de Ferro.


“E eu perguntava, ‘não ficou ótima essa última?’, e ela respondia, ‘sim, você é ótimo, está indo muito bem!’. Então quando eu estava atrás das grades ela me escreveu uma carta dizendo, ‘Deixa eu te explicar o que eu queria dizer quando falava que estava ótimo…’”.

Como dito antes, o ator se recuperou desde então e já disse que isso ocorreu graças à sua esposa, Susan Downey.

“Naquela época, quando eu era mais jovem, fazer esse tipo de coisa pode até soar divertido, mas era muito estressante também”.

Cortada de Vingadores: Ultimato

Katherine Langford, estrela de 13 Reasons Why, da Netflix, justificou ter sido cortada de Vingadores: Ultimato. Já faz um tempo desde que o filme de Joe e Anthony Russo chegou aos cinemas, encerrando a Saga do Infinito.

Além de resolver o desastre em andamento em torno de Thanos (Josh Brolin), também funcionou como a despedida para o herói inaugural do MCU, Tony Stark/Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), por meio de um ato de sacrifício.

Em um esforço para traçar um paralelo com o Titã Louco em Vingadores: Guerra Infinita, Vingadores: Ultimato também deveria apresentar Tony Stark sendo transportado para o mundo tingido de laranja que foi apelidado de Mundo da Alma.

Enquanto Thanos se encontrava com uma jovem Gamora (Ariana Greenblatt), Tony teria uma conversa final com sua filha adulta, Morgan Stark, interpretada por Langford.

No entanto, os cineastas revelaram que a cena simplesmente não evocou a reação que eles queriam dos telespectadores durante as exibições teste – a maioria deles ficou confusa sobre quem era a atriz, já que é a primeira vez que ela aparece no MCU. Isso os levou a cortar a cena completamente.

Dado o quão bem-sucedido Vingadores: Ultimato foi, tornando-se o filme de maior bilheteria de todos os tempos, a estrela da Netflix foi questionada em uma entrevista recente ao Collider se ela tem algum ressentimento de que sua única cena foi cortada na sala de edição.

Surpreendentemente, a atriz não nutre nenhum mal-estar em relação ao incidente. Em vez disso, ela disse que acredita no que é melhor para o filme e está feliz por ter tido a experiência de trabalhar nisso.

“As pessoas ficam tipo: ‘Oh, você está chateada? Como você reagiu?’ E eu pensei: ‘O que for melhor para o filme.’ Porque no final do dia, eu preferia ter a experiência de estar em um filme realmente bom do que estar em um filme apenas por estar nele se não funcionar. Você não quer estar em algo e depois ser o problema que se destaca.”

“E eu não me sentia assim e os irmãos Russo não se sentiam assim.”

“Mas, nós fizemos uma cena muito sentimental e algo que foi realmente lindo e um presente para os fãs, eu acho, e é por isso que eles incluíram e basicamente lançaram como um bônus. É porque, para os fãs que realmente amam a Marvel, foi um pequeno extra agradável e suave, uma coisinha deliciosa para eles digerirem.”

“Mas, você sabe, é o final do filme e realmente não fazia sentido.”

“Estou feliz que as pessoas que quiseram ver e realmente pediram para ver, conseguiram ver. E para mim, a experiência de estar nesse tipo de filme é, honestamente, a principal vantagem.”

Vingadores: Ultimato estará em breve disponível no Disney+, serviço de streaming que será lançado no Brasil em novembro.