Atriz de Grey’s Anatomy tem a cena de sexo mais desconfortável de todas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por onde anda Katherine Heigl? A atriz era considerada nos anos 2000 uma das figuras mais promissoras de Hollywood, com performances de sucesso em comédias românticas, blockbusters e principalmente na série Grey’s Anatomy.

Com o tempo, a carreira da atriz acabou influenciada por suas declarações polêmicas dentro e fora dos bastidores. Rotulada como “ingrata”, Heigl sofreu um grande revés em sua vida profissional, relegada a papéis menos importantes em filmes e séries.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um dos grandes “pecados” de Katherine Heigl em Hollywood foi a declaração da atriz sobre o filme Ligeiramente Grávidos, lançado em 2007. O longa também conta com uma das cenas de sexo mais desconfortáveis da história do cinema.

Confira abaixo tudo sobre essa história!

Cena desconfortável

2007 foi um ótimo ano para comédias românticas. O ano contou com o lançamento de clássicos como Juno, Encantada e Diários de Uma Babá. Porém, o longa que fez mais sucesso foi Ligeiramente Grávidos, produzido por Judd Apatow.

O filme foca na história de uma gravidez inesperada que acaba causando inúmeras confusões para um casal. Uma das protagonistas é interpretada por Katherine Heigl

Surpreendentemente, a cena mais desconfortável do filme não é a que mostra como a personagem de Heigl ficou grávida.

A cena em questão acontece quando Allison, a protagonista, já está grávida há alguns meses, com um perceptível aumento em sua barriga. O casal de personagens principais tenta manter a intimidade, mas o medo de machucar o bebê transforma a cena em um verdadeiro desastre.

Nenhum dos personagens envolvidos realmente curte o processo, e a cena fez até os espectadores em casa ficarem vermelhos de vergonha. 

Mas afinal de contas, por que Katherine Heigl foi condenada por suas declarações sobre Ligeiramente Grávidos?

Em 2008, a atriz detonou o longa de Seth Rogen e Judd Apatow em uma entrevista à Vanity Fair.

“O filme é meio sexista. Ele mostra as mulheres como megeras sem um pingo de humor, e os homens como caras bobões e divertidos. Os personagens eram exagerados, e eu tive grandes dificuldades. Ficava me perguntando: ‘por que eu estou interpretando essa cretina?’”, explicou a atriz.

Quando os relatos sobre o comportamento de Katherine Heigl começaram a ser divulgados pela grande imprensa, a atriz passou a ser vista com outros olhos pelo público, e consequentemente por empresas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio