A franquia Velozes e Furiosos teve seu conjunto de vilões, alguns memoráveis, outros não. Tentar derrubar Dominic “Dom” Toretto e sua família nunca é uma tarefa fácil, mas há dois vilões que mais impressionam enquanto fazem isso.

Estes são o vilão de Velozes e Furiosos 5, Hernan Reyes (Jaoquim De Almeida), e a vilã de Velozes e Furiosos 8, Cipher (Charlize Theron).

Velozes e Furiosos 5 é considerado o ponto de virada em que a franquia deixou de ser apenas um “drama de corrida”. Joaquim De Almeida já havia retratado chefes do crime em vários filmes antes de seu papel como Reyes, portanto, seu desempenho incrível não foi uma surpresa.


Reyes teve a coroa de melhor vilão da franquia por um tempo, até que Cipher de Theron apareceu. Mas quem realmente é melhor?

A maior vilã da franquia

A equipe de Dom, também conhecida como “família”, significa tudo para Dom, mas por um breve momento, ele não se importou com eles, graças a Cipher. Nenhum outro antagonista jamais conseguiu entrar na cabeça de Dom do jeito que ela fez.

Enquanto Dom estava em lua de mel com Letty em Cuba, Cipher o rastreou e o chantageou após sequestrar seu filho e ex-esposa.

Em outros filmes da franquia, Dom sempre esteve no controle das coisas, mesmo quando não tinha ajuda. Mas contra Cipher, ele parecia desesperado e condenado ao fracasso.

Se não fosse pela intervenção externa do inimigo que se tornou aliado Deckard Shaw, Dom poderia ter permanecido escravo de Cipher por muito mais tempo.

Cipher foi a única antagonista da franquia que falhou em sua missão, mas ainda evitou ser morta ou presa.

Isso pode mudar no futuro, mas o fato de ela ter conduzido operações criminosas por anos sem consequências a torna melhor do que os outros vilões.

Apenas cinco outros vilões sobreviveram aos eventos dos filmes em que apareceram, mas ao contrário de Cipher, eles foram presos. Esses incluem: Carter Verone, Takashi, Arturo Braga e Deckard Shaw.

Mesmo que ela tenha aparecido pela primeira vez em Velozes e Furiosos 8, foi revelado que a maioria dos outros vilões que vieram antes de Cipher estavam sob seu controle. Isso a tornou semelhante a Blofeld na franquia James Bond.

Ser capaz de exercer tanto poder sobre outros vilões a tornava uma vilã melhor.

Ela contratou Owen Shaw para roubar armas de nível militar e permitir que ela criasse armas avançadas. Ela também contratou Mose Jakanda. E como Owen Shaw era o chefe de Arturo Braga, isso faz de Cipher sua chefe também.

Cipher era capaz de fazer uma variedade de coisas. Ela era um gênio da tecnologia com um vasto conhecimento que rivalizava com o do criador do Olho de Deus, Ramsey.

Ela também apagou todas as informações sobre seu passado e, por um longo tempo, as autoridades e outros criminosos pensaram que ela era uma organização e não uma pessoa. Ela foi capaz de acessar os mainframes eletrônicos de vários veículos ao mesmo tempo.

Cipher também tinha habilidades de espionagem incomparáveis, visto como ela era capaz de manipular Dom. Suas habilidades de luta também foram vistas quando ela invadiu a base secreta do Sr. Ninguém chamada “Lugar Nenhum” e incapacitou todos na instalação.

Outros antagonistas de Velozes e Furiosos são em sua maioria unidimensionais. Eles são bons lutadores, bons pilotos ou gênios criminosos implacáveis.

Cipher também conta com “brinquedos” melhores, que vão de armas a carros, são necessários para derrotar Dom e sua família. Muitos vilões trouxeram tudo o que tinham na franquia, mas eles não podiam igualar o que “a família” tinha a oferecer.

Cipher, por outro lado, estava em um nível totalmente diferente. Ela tinha um avião não rastreável que usou para manter o filho de Dom e conduzir suas operações. Ela também foi capaz de comandar um submarino e caçar a equipe de Dom usando mísseis.

A posse do Nightshade e do Olho de Deus a tornou invencível por um tempo também. Não há dúvida de que Cipher foi a maior vilã da franquia até o momento.

Charlize Theron retornará como Cipher em Velozes e Furiosos 9, que chegará aos cinemas em maio de 2021.