Viver Pennywise em It: A Coisa não foi uma experiência muito fácil para Bill Skarsgård, mas o ator certamente conseguiu entregar um personagem bastante perturbador. O que muitos fãs não sabem é que ele chegou a fazer colegas do elenco chorarem nas gravações.

Conforme matéria de Emily Reuben, no Looper, o ator era mantido separado dos atores que interpretavam as crianças de It: A Coisa. Dessa forma, era sempre um mistério como o palhaço apareceria em cada cena.

O ator chegou a falar sobre a efetividade dessa tática em entrevista:


“Essa criança começou a chorar. Ele começou a chorar e o diretor gritou, ‘ação!’. E quando eles diziam ‘ação’, eu estava totalmente caracterizado”.

“Então algumas dessas crianças ficaram aterrorizadas e começaram a chorar no meio da cena, então eu percebi, ‘put* merd*. O que eu estou fazendo? O que é isso? Isso é horrível'”.

Inspiração de Stranger Things

Stranger Things usa muitas obras dos anos 1980 como inspiração. Uma delas está em um personagem importante e até então isso pode ter passado despercebido.

Billy, que ganhou destaque nas 2ª e 3ª temporadas de Stranger Things, é influenciado por um polêmico personagem de It: A Coisa. Como se sabe, o livro de Stephen King foi lançado em 1986.

Billy Hargrove pode ser considerado uma versão menos polêmica de Henry Bowers. Os dois vilões possuem várias semelhanças – o destino deles é diferente, com Billy tendo uma redenção e Henry se tornando um assassino.

Se os fãs notarem, os personagens têm o mesmo visual e a mesma atitude. São dois valentões, no melhor estilo anos 80 que adoram dirigir um carro potente.

Além disso, os dois servem como ajudantes dos grandes vilões monstruosos. A origem deles também é praticamente a mesma: possuem pais abusivos que podem ter levado os personagens a terem o comportamento agressivo.

Com todos esses pontos, é difícil dizer que Billy, de Stranger Things, não é uma versão de Henry, de It: A Coisa.

It: A Coisa está disponível na Netflix. Compare as aparências dos personagens abaixo.