Publicidade

Filmes dos Vingadores podem dar prejuízo para Disney

Publicado por Guilherme Coral

16/10/2020 10:25

A Disney está enfrentando problemas em razão de Vingadores e outros filmes que utilizam captura de movimento para criação de personagens. A companhia, junto de outros estúdios, está sendo processada pela companhia de software responsável pela criação da tecnologia que possibilitou a criação de Thanos, dentre outros personagens nos cinemas.

A empresa que processa a Disney, 20th Century Fox (agora também da Disney) e a Paramount é a Rearden, do Vale do Silício. Diversos filmes utilizam tecnologia desenvolvida pela empresa, incluindo A Bela e a Fera (o remake, claro), Vingadores: Ultimato, Guardiões da Galáxia, Uma Noite no Museu, e muitos outros.

A Rearden alega que deveria receber uma parcela maior dos lucros das bilheterias em filmes que utilizam o software de captura facial.

A defesa da Disney alega que há muitos motivos para os espectadores irem até o cinema e não necessariamente a tecnologia de captura de movimento atraiu maior público para os filmes em questão.

Em todo caso, é inegável que tal tecnologia afetou profundamente a qualidade visual de tais filmes, afetando nossa percepção do vilão do filme, no caso de Vingadores: Ultimato.

Resta aguardar para saber qual será o resultado desse processo.

Detalhe impressionante

O final de Vingadores: Guerra Infinita gerou um drama para os fãs da Marvel. Ele girava em torno de Thor não ter acertado a cabeça de Thanos quando teve a chance. 

Ao que parece, o Capitão América também aprendeu com o erro do Deus do Trovão. É a partir desse drama que um fã notou um detalhe na batalha final contra Thanos em Vingadores: Ultimato.

No Reddit, o fã apontou que o Capitão América lutou contra o Titã Louco tentando acertar a cabeça do vilão a todo momento.

“Eu acabei de perceber que o Capitão América sempre mirou para cabeça ao lutar contra Thanos e fez danos suficientes para que Thanos tirasse o capacete”, escreveu o internauta.

Vingadores: Ultimato já está disponível em versão digital, DVD e Blu-ray. 

Publicidade