Uma mulher que serviu de bússola moral em Borat 2: Fita de Cinema Seguinte ganhou apenas US$ 3.600 com o filme e agora está desempregada em meio à pandemia, de acordo com uma entrevista que ela deu ao Showbiz411.

Jeanise Jones, de 62 anos, interpretou a babá em Borat 2: Fita de Cinema Seguinte, a sequência do falso documentário de Sacha Baron Cohen de 2006, Borat.

Em seu papel no que ela pensava ser um documentário, Jones foi convidada a tomar conta de Tutar, a filha de 15 anos do infame personagem Borat Sagdiyev de Baron Cohen.


Enganada por Borat

De acordo com uma campanha no GoFundMe que diz ter sido iniciada por seu pastor, Jones orou por Tutar – que disse a Jones que ela achava que as mulheres não podiam dirigir e que ela precisava fazer uma cirurgia de aumento dos seios para conseguir um marido -, acreditando que os problemas que tinha com o pai eram reais.

Na verdade, porém, Borat e sua filha eram fictícios, com Tutar interpretada pela atriz Maria Bakalova, de 24 anos.

“Jeanise está longe de ser crédula. Na verdade, nenhum de nós é”, disse Derrick Scobey, pastor de Jones na Igreja Batista Ebenezer em Oklahoma City, em uma entrevista.

Mas, disse ele, “somos pessoas muito abertas”.

Jones é apresentada em várias cenas ao longo do filme, incluindo um momento próximo ao final do filme que supostamente aconteceu durante a pandemia de coronavírus. Jones levou Tutar ao que ela acreditava ser uma consulta para cirurgia de aumento dos seios e deu à menina um discurso inspirador sobre como ela era bonita do jeito que era.

Em uma postagem no Facebook, Jones disse que não “sabia que este era um filme de comédia satírica e que estava sendo ‘enganada'”.

Em uma entrevista para o New York Post, Jones disse que se sentiu “traída”.

Scobey disse na página de arrecadação de fundos que os produtores de Borat 2: Fita de Cinema Seguinte o abordaram em busca de uma “‘avó negra’ para um pequeno papel em um ‘documentário'”, e Jones foi escalada para o papel. O tempo todo, disse ele, eles acreditaram que este era um documentário real sobre Borat e sua filha.

“A piada é sobre nós/Jeanise e isso não é problema”, disse Scobey em sua campanha no GoFundMe.

Em sua entrevista para o Insider, Scobey chamou o filme de “farsa” e disse que é sua responsabilidade como pastor de Jones ajudá-la.

“Como seu pastor, que a ama e vai protegê-la, este dinheiro é para ela. Isso é para ajudá-la, isso é para ajudar sua família, especialmente durante a pandemia de coronavírus”, disse Scobey, acrescentando que queria dar aos fãs de Jones “um veículo para agradecer de forma tangível”.

A página no GoFundMe acumulou 225 doações, totalizando US$ 6.121, três dias depois de ter sido postada.

Em uma entrevista ao blog de entretenimento Showbiz411, Jones disse que recebeu apenas US$ 3.600 para aparecer no filme. Ela disse que recebeu US$ 600 pela primeira fase das filmagens e US$ 3.000 pela última fase e nunca mais teve notícias da equipe depois.

Agora, ela disse, ela se viu desempregada na pandemia de coronavírus.

Borat 2: Fita de Cinema Seguinte já está disponível no Amazon Prime Video.