Normalmente não se esperaria que It: A Coisa de Stephen King e Star Wars tivessem qualquer conexão, mas acontece que o épico de fantasia inspirou o nome de uma personagem. É meio que adequado, de uma forma geral.

Afinal, Pennywise pode não ter nascido em uma galáxia muito, muito distante, mas certamente foi há muito tempo, e ele certamente vem de um universo diferente daquele da realidade convencional.

No entanto, Luke Skywalker pode estar em apuros se ele encontrar o monstro residente de Derry.


Pennywise pode não ter a Força à disposição, mas a criatura por trás desse disfarce pode manipular a percepção de todas as maneiras que os Sith só poderiam sonhar.

Infelizmente, não há conexão perceptível no universo entre os personagens de It: A Coisa e os personagens de Star Wars.

Dito isso, a última franquia inspirou indiretamente o nome de uma personagem memorável do livro, devido a um conjunto estranho de circunstâncias.

Surpreendente inspiração

Acontece que a Sra. Kersh, a velha forma que a Coisa assume quando a adulta Beverly Marsh visita sua antiga casa em Derry, foi nomeada como uma homenagem ao falecido Irvin Kershner, diretor de Star Wars: O Império Contra-Ataca.

Stephen King teve a oportunidade de conhecer Kershner, apelidado de Kersh pela equipe do filme, durante uma visita ao set da icônica sequência de 1980.

Embora possa parecer estranho que King estava lá, na verdade foi um resultado de coincidência, já que King estava na área visitando o set da adaptação de Stanley Kubrick de 1980 de O Iluminado, que estava sendo filmada bem ao lado.

Assim que descobriu que o segundo filme de Star Wars estava sendo produzido nas proximidades, King foi dar uma olhada.

Uma vez que se saiba que a Sra. Kersh foi nomeada em homenagem a Kershner, o fato de que a personagem é descrita no livro de King como falando de forma semelhante a Yoda faz muito mais sentido.

Afinal, Star Wars: O Império Contra-Ataca foi o primeiro filme de Star Wars a apresentar Yoda, e não é difícil imaginar King encontrando o fantoche de Yoda ao visitar o set.

No entanto, pode-se supor que a revelação extremamente assustadora da Sra. Kersh de sua “verdadeira natureza” em It: A Coisa não refletiu de forma alguma a opinião de King sobre o diretor, que também dirigiu RoboCop 2 e 007 – Nunca Mais Outra Vez, e faleceu em 2010 com 87 anos.

O livro de Stephen King foi adaptado recentemente em It: A Coisa, de 2017, e It: Capítulo 2, de 2019.