O Exterminador do Futuro hoje é uma das franquias mais famosas do Cinema, mas seus primórdios foram bem humildes. O mais surpreendente: a ideia surgiu a partir de um pesadelo de James Cameron.

Diretor e co-roteirista de O Exterminador do Futuro, Cameron estava em Roma, gravando Piranha 2: Assassinas Voadoras, filme que ele não queria fazer e que, desde então, desconsiderou como parte de sua filmografia.

Segundo matéria de Sean Hutchinson, do Mental Floss, durante uma noite, enquanto estava estressado e febril, ele sonhou com um ser de metal cromado saindo de uma explosão, arrastando-se pelo chão.


Foi esse pesadelo que deu a ideia a James Cameron de fazer um filme sobre um robô enviado de volta no tempo para matar a mãe do homem que se tornaria o salvador da humanidade. Nasce, assim, O Exterminador do Futuro.

Por ter desconsiderado Piranhas 2, James Cameron considera O Exterminador do Futuro como sendo seu primeiro filme.

Denzel Washington recusou papel na franquia

O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final é visto por muitos como o auge da franquia e quase contou com a participação de Denzel Washington. O ator viveria o criador da Skynet, Miles Dyson, mas recusou o papel – veja por quê.

Quando O Exterminador do Futuro 2 estava sendo produzido, Washington já era uma estrela em ascensão, mas ainda não era o renomado ator que é hoje em dia.

Conforme reportagens citadas por Michael Kennedy, do ScreenRant, Denzel foi oferecido o papel de Miles Bennett Dyson, que criou a Skynet. O papel foi para Joe Morton no filme, mas Washington já revelou por que decidiu recusar o trabalho.

“Sem ofensas a Jim Cameron, mas quando li o roteiro, eu pensei: tudo o que ele faz é ficar assustado e suar. Eu tive de passar”.

Obviamente o ator está exagerando um pouco, mas, de fato, Miles é um personagem secundário em O Exterminador do Futuro 2, o que não diminui sua importância dentro desse universo de ficção científica.

Toda a franquia O Exterminador do Futuro está disponível em plataformas digitais.