Titanic se tornou um clássico do cinema a partir do momento que foi lançado em 1997. O longa eternizou a trágica história do navio e ainda colocou Leonardo DiCaprio e Kate Winslet no grupo mais badalado de Hollywood.

Como se sabe, o longa se baseia na história real do Titanic. O navio, que partiu em 1912, afundou logo em sua primeira viagem.

Por conta de toda dramatização, muitas informações da história real ficaram de fora. Uma dessas curiosidades deixa a trama ainda mais chocante.


No momento em que o Titanic começa a afundar, há passageiros que simplesmente ficam no navio, aceitando o destino terrível. Um deles é um casal de idosos.

O que acontece é que esse casal foi baseado em pessoas reais. Isidor Straus, co-proprietário das lojas da Macy, e a esposa Ida estiveram no Titanic verdadeiro e morreram, assim como o casal retratado no filme.

O mais chocante é que o Titanic demorou para afundar – não foi rapidamente como no filme. Todo processo demorou 3 horas e muitos podem apenas imaginar a aflição de todos passageiros do navio, principalmente os que não conseguiram escapar.

Relembre a imagem do casal abaixo.

Filme custou mais que o navio

James Cameron, o roteirista e diretor do filme, gastou incríveis US$ 200 milhões no próprio filme, e isso antes de qualquer custo de marketing. Isso marcou Titanic como o filme mais caro da história, um recorde que eles mantiveram por mais de uma década.

Embora filmes como Piratas do Caribe, Vingadores: Ultimato e Homem-Aranha tenham superado o recorde de Titanic, US$ 200 milhões por um filme dos anos 90 foi um choque.

O filme não só custou uma fortuna para ser feito, mas na verdade custou mais para fazer o filme do que para fazer o navio Titanic de 1912 real.

De acordo com várias fontes, o navio real custou US$ 7,5 milhões durante o período de construção, que ocorreu entre 1910 e 1912.

O Titanic foi desenhado por ninguém menos que Thomas Andrews, que foi retratado por Victor Joseph Garber no filme. Considerando que custou US$ 7,5 milhões para construir mais de 100 anos atrás, chegaria a cerca de US$ 400 milhões hoje.

O investimento para o estúdio, claro, valeu a pena. A arrecadação final foi de mais de US$ 2,2 bilhões.

No Brasil, Titanic está agora disponível para compra ou aluguel em plataformas de streaming como Google Play Filmes e YouTube Filmes.