Pode ser que não vejamos um novo filme do Rocky, mas o personagem continua na ativa em Creed, que o mostra como treinador do filho de Apollo Creed. Curiosamente, o icônico personagem de Sylvester Stallone já quase morreu muito antes de retornar às telonas.

Conforme revelado em matéria de Roger Cormier, no Mental Floss, o lutador morreria no fim de Rocky V.

Stallone chegou a escrever a morte do personagem e diz ter chorado ao fazer isso.


John G. Avildsen, que retornou para a direção, contudo, foi informado por um executivo do estúdio que Rocky Balboa, assim como o Batman, Superman e James Bond, jamais poderia morrer.

No roteiro original, Tommy “Machine” Gunn mata o protagonista na luta de rua, concluindo o filme com Adrian fazendo um emocionante discurso aos repórteres do lado de fora do hospital, sobre como o espírito de Rocky viveria para sempre.

Arrependimento de Sylvester Stallone

Sylvester Stallone entregou ao mundo um dos personagens mais icônicos do Cinema: Rocky. De fato, grande parte da fama do astro é fruto dos filmes sobre o lutador, mas há um grande arrependimento de Stallone em relação à franquia.

O ator revelou que se arrependeu de matar Apollo Creed em Rocky IV, algo que revelou ao desejar feliz aniversário ao intérprete do personagem, Carl Weathers (via matéria de Nick Evans, no CinemaBlend).

“Preciso admitir, eu me arrependo de ter feito Apollo morrer tão cedo. Ele era insubstituível”.

Por outro lado, o falecimento de Apollo Creed possibilitou que a franquia derivada, Creed, surgisse. Portanto, há males que vem para o bem.

Em todo caso, Sylvester Stallone está trabalhando em uma versão do diretor de Rocky IV, vamos esperar para ver o que vai mudar nessa nova versão.

Todos os filmes da franquia Rocky e Creed já estão na Netflix.