A Hora do Pesadelo: Tragédia real que cria Freddy Krueger é de arrepiar

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Hora do Pesadelo é um dos maiores clássicos do terror e, como apreciadores de filmes do gênero, não há como não voltar para essa pérola de tempos em tempos. O que muitos não sabem, contudo, é que a obra é inspirada em uma tragédia aterrorizante da vida real.

Conforme revelado pelo saudoso Wes Craven (via Sean O’Connell, do CinemaBlend) a ideia para o filme surgiu a partir de um artigo do Los Angeles Times, sobre uma família que sobreviveu aos campos de extermínio no Camboja.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eles conseguiram ir aos EUA, mas um jovem na família ainda tinha terríveis pesadelos quando dormia.

“Ele contou aos pais que tinha medo, enquanto dormia, de que a coisa que o perseguia o mataria, então ele tentava ficar acordado por dias a fio.”.

“Quando ele finalmente dormiu, seus pais pensaram que a crise tinha acabado. Então eles escutaram gritos no meio da noite. Quando chegaram até ele, o garoto tinha morrido. Ele morreu no meio de um pesadelo”.

A história é trágica e aterrorizante, mas esse não é o primeiro relato de vítimas profundamente traumatizadas falecerem enquanto dormem, em decorrência de pesadelos.

Mais um caso assustador

Em 1981, 18 imigrantes do Laos, nos EUA, faleceram enquanto dormiam ao fugirem do Pathet Lao, que tomou conta do país entre os anos 1950 e 1975.

Foi considerado, na época, que todos morreram de causas naturais, embora variassem entre seus 30 e 40 anos.

Mais especificamente, todos faleceram de ataque cardíaco ou arritmia cardíaca ocasionada por pesadelos, conforme matéria de Wayne King, no NY Times.

A Hora do Pesadelo, portanto, não parece tão absurdo agora. Ainda que, na realidade, obviamente, não exista uma entidade maligna matando tais pessoas.

O clássico de Wes Craven pode ser assistido em DVD, Blu-ray e por meio de mídias digitais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio