Astro de Top Gun queimou membro de equipe em filme com cigarro

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Val Kilmer é um dos astros mais famosos dos anos 1980 e 1990, com obras como Top Gun, The Doors, Batman Eternamente, dentre muitos outros no currículo. Nas filmagens da adaptação de um clássico, contudo, ele provou ser uma pessoa bem difícil.

A Ilha do Dr. Moreau, de 1996, provou ser um filme especialmente difícil de se gravar. Com Marlon Brando e Kilmer no elenco, tudo deu errado desde o início.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante as filmagens, a filha de Marlon Brando cometeu suicídio, duas pessoas da equipe foram diagnosticadas com doenças quase fatais, e atores deixaram a produção. Não bastasse isso, no terceiro dia das filmagens, uma tempestade destruiu um dos sets, atrasando tudo.

Para piorar toda a situação, Val Kilmer se recusava a sair de seu trailer em determinados momentos e, por vezes, sentava no chão e recusava-se a levantar.

Ele ainda tratou a equipe terrivelmente. Segundo Brian Gilmore, do Ranker, ele chegou a queimar um membro da equipe com seu cigarro.

O diretor John Frankenheimer chegou a declarar posteriormente: “Mesmo se eu fosse dirigir um filme chamado A Vida de Val Kilmer, eu não contrataria esse merd*”.

Detonou Top Gun

Muitos filmes de Hollywood não são conhecidos por sua precisão detalhada. Afinal, eles têm uma história para contar, e às vezes isso significa falsificar a verdade.

Esse parece ser especialmente o caso de Top Gun, o clássico estrelado por Tom Cruise.

De acordo com o ex-capitão Jim DiMatteo, um veterano da Marinha com 25 anos de experiência, há uma cena em Top Gun que é definitivamente imprecisa.

Se você precisa saber o que realmente acontece em um caça a jato, faz sentido procurar quem tem a experiência de sentar-se na cabine todos os dias.

Recentemente, Jim DiMatteo ajudou a dar algumas dicas para o Robb Report e também foi capaz de explicar o que era e o que não era preciso sobre Top Gun.

“Algumas das coisas de Hollywood, como quando Maverick, que é um super garanhão, voa para o outro lado do mundo para lidar com um problema, não são precisas.”

“O que fazemos da perspectiva da aviação naval é que você treina as pessoas para ter uma certa habilidade ou capacidade e então elas estão onde estão, e se algo acontecer, lidam com isso. Não mandamos ninguém para lidar com nada.”

No geral, parece um pequeno detalhe que os produtores por trás de Top Gun decidiram ignorar por conveniência do enredo.

O capitão Jim DiMatteo admitiu que outros elementos do filme são precisos, incluindo cantar em bares, ser altamente competitivo entre si e os reais perigos das missões.

Top Gun: Maverick, com Tom Cruise, chegará aos cinemas em julho de 2021.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio