Conheça a comovente verdade por trás de O Caderno de Tomy na Netflix

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O novo filme da Netflix, O Caderno de Tomy, conta a história de uma família argentina que passa por um momento extremamente difícil. A obra gira em torno de uma mulher com câncer terminal, que somente tem alguns momentos de vida restante.

Fica a questão: o longa-metragem é baseado em fatos? Veremos isso agora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A história de O Caderno de Tomy é baseado na vida de Heather McManamy, de McFarland, Wisconsin, que morreu de câncer de mama em 2015.

Ao descobrir que sua vida logo chegaria ao fim, ela começou a escrever cartas para os amigos e família, como uma maneira de dizer adeus aos seus amados – assim como vemos no filme.

Brianna, sua filha, é quem mais recebeu cartas e cartões da mãe. Ela tinha apenas quatro anos na época do falecimento de Heather.

A mãe queria que tais cartas servissem como guia para Brianna ao longo da sua vida.

História comovente

As cartas lidam com diversos períodos da vida da filha: o primeiro dia na escola, aniversário de 16 anos, seu casamento e para dias comuns em que ela poderia sentir falta da mãe.

Após a morte de Heather, seu marido compilou as cartas em um livro intitulado Cards for Brianna: A Mom’s Messages of Living, Laughing and Loving as Time Is Running Out.

Essa bela história inspirou O Caderno de Tomy. O filme conta com direção e roteiro de Carlos Sorin.

O elenco traz Mónica Antonópulos, Paola Barrientos, Valeria Bertuccelli, Mauricio Dayub, Diego Gentile e Ana Katz.

O Caderno de Tomy já está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio