Henry Cavill perdeu ESSES dois grandes papéis para Robert Pattinson; veja

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tanto Henry Cavill, quanto Robert Pattinson, foram definidos por dois papéis de destaque na sétima arte. Um com o Superman e outro com Edward Cullen em Crepúsculo. O que poucos fãs sabem, contudo, é que Cavill perdeu dois grandes papéis para Pattinson.

Conforme matéria de Adrienne Tyler, do ScreenRant, Henry Cavill chegou a fazer uma audição para viver Cedric Diggory em Harry Potter e o Cálice de Fogo, mas a produção acabou optando por Robert Pattinson.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Não bastasse isso, Stephenie Meyer, a autora de Crepúsculo, queria justamente que o astro de Superman e The Witcher vivesse Edward Cullen, chegando a chamá-lo de “o Edward perfeito”.

A equipe do filme, no entanto, não chegou a entrar em contato com Henry Cavill, visto que ele já estava velho demais para interpretar um vampiro com aparência de 17 anos.

Lamentando perder Cavill como Edward, a autora chegou a sugerir que ele vivesse Carlisle, mas a oferta também não foi feita ao ator.

É curioso que, anos mais tarde, os dois agora fazem parte dos filmes da DC, visto que Robert Pattinson vive o Batman no vindouro filme solo do personagem.

Por sinal, já circularam rumores sobre Cavill ter sido considerado para o papel de Bruce Wayne em Batman Begins, mas isso não chegou a ser confirmado. Hollywood realmente é um mundo pequeno.

The Witcher quase deixou Henry Cavill cego

Henry Cavill trabalhou de maneira intensa em The Witcher, série da Netflix. O ator interpreta Geralt de Rivia no seriado.

Os fãs dos livros de Andrzej Sapkowski sabem que o personagem é descrito como um homem com “olhos estreitos, penetrantes… tão afiados quanto a ponta de uma lança”. Por conta disso, Cavill precisou usar lentes para atuar em The Witcher.

Mas o que parece simples quase causou sérios danos à visão do ator. Em entrevista com o Metro, o astro de The Witcher revelou que as lentes causavam um grande desconforto e poderiam até tê-lo deixado cego.

“Os olhos são a única parte do corpo que recebe oxigênio do ar e não do sangue. Então, quando estão cobertos, não recebem oxigênio, o que pode causar danos se isto acontecer por um longo período de tempo”, revelou.

Durante as gravações de The Witcher, uma oftalmologista contratada pela Netflix monitorava Henry Cavill o tempo todo. A profissional queria garantir que o ator não passasse tempo demais com aquelas lentes.

“Eu tinha certeza de que ela estava sendo dramática demais, porque sou muito teimoso. Eu achava que tudo estava bem, mas ela achava que não. Eu não podia manter as lentes por muito tempo.”

No fim, a oftalmologista estava certa. Mas, para saber disso, o ator de The Witcher teve que aprender da maneira mais difícil enquanto gravava cenas ao redor da rocha vulcânica das Ilhas Canárias.

“A poeira ficava entrando nas lentes, então meus olhos ficavam sendo arranhados. Chegou um momento em que eu não conseguia mais manter meus olhos abertos. Eles ficavam lacrimejando e eu tinha que lavá-los o tempo todo.”

As lentes não foram o único problema para Henry Cavill. Para trabalhar na primeira temporada de The Witcher, o ator teve que ficar ainda mais forte que o costume.

O ator ficou dias sem tomar água para que ficasse mais impressionante nas cenas sem camisa. A revelação foi feita no programa de TV de Graham Norton.

“Quando você fica desidratado por três dias, chega ao ponto em que você pode sentir o cheiro da água”, brincou.

A primeira temporada de The Witcher está disponível. A série já está renovada para uma segunda temporada na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio