O Que Ficou Para Trás é uma história de terror diferente. O filme da Netflix mistura as assombrações com os momentos assustadores da vida real.

A trama segue um casal que deixa o Sudão e passa a viver no Reino Unido. Porém, a vida não é fácil no novo país.

Por meses, os refugiados passam em um centro de detenção. Isso muda até que são encaminhados por um assistente social.


Como pode ser visto, a sinopse carrega uma trama de algo bastante real nos dias atuais. A ficção fica por conta de que o casal também deve lidar com os espíritos em O Que Ficou Para Trás.

Como se sabe, até mesmo filmes de terror podem ser baseados em fatos reais atualmente, como os de Invocação do Mal. Com isso, muitos fãs da Netflix querem saber se o mesmo vale para O Que Ficou Para Trás.

A verdade de O Que Ficou Para Trás

Por mais que a história de O Que Ficou Para Trás carregue muitos elementos da vida real, a trama é pura ficção. Tudo foi pensado pelos roteiristas Felicity Evans e Toby Venables.

De maneira inteligente, os escritores juntaram uma história que envolve a crise dos refugiados, eventos de trauma e busca de asilo com toques de terror. Apesar de tudo ser inventado, algumas partes da trama são baseadas em conhecimentos reais.

A parte espiritual da trama, que envolve as assombrações e os sustos, foi criada a partir do conhecimento sobre a mitologia e o folclore africano. Porém, as ideias tiradas do mundo real (além da já citada questão dos refugiados) param por aí.

O casal do Sudão retratado no filme não existe, bem como a história deles. Assim, fãs impressionados com O Que Ficou Para Trás podem ficar um pouco mais tranquilos.

“Um jovem casal sudanês foge da guerra para recomeçar a vida na Inglaterra, mas é atormentado por uma força sinistra que vive em sua nova casa”, diz a sinopse da Netflix.

A direção é de Remi Weekes.

O Que Ficou Para Trás está disponível na Netflix.